segunda-feira, Março 27, 2006

Economia e Finanças com Camilo Lourenço




Nunca como hoje se ouviu falar tanto em economia e nas questões que lhe estão inerentes. As finanças, as taxas de juro, o défice, a bolsa, indices como o Dow Jones e o Nasdaq, a Opa da Sonae à Pt, o movimento do Millenium bcp sobre o Bpi, as reacções dos principais gurus da economia, o Banco de Portugal, a banca, os fundos de aforro, a compra e venda de acções e etc e tal que isto nunca mais acaba.

Ora, para os mais desentendidos importa perceber o que está aqui em causa, quais as perguntas e assuntos que nos intrigam e para os quais gostariamos de ter uma explicação válida de forma a fazermos um brilharete junto dos nossos amigos que percebem destas coisas.

Pois bem, Camilo Lourenço, ex director da Revista Exame e reputado comentador de economia pode muito bem ser uma ajuda preciosa. Talvez por isso, seja esta uma oportunidade única de ficarmos todos a saber um pouco mais sobre o assunto e revelarmos a Camilo Lourenço todas aquelas perguntas que sempre quisemos fazer mas nunca tivemos coragem.

Para os entendidos, podem aqui também deixar os vossos ensinamentos e teses várias sobre economia e finanças para que as mesmas possam ser debatidas e para aprendermos todos alegremente.

Com Camilo Lourenço , a partir das 19, na Prova Oral.


P.S - Durante esta semana , a Prova Oral oferece diariamente um bilhete duplo para a final do Termómetro Unplugged marcada para o próximo dia 1 de Abril no Teatro Sá da Bandeira, a partir das 23 horas, para a melhor opinião aqui deixada. No dia a seguir revelaremos o vencedor. Mais informações em: www.termometro-online.com. A final do Termómetro será apresentada por Rui Reininho e Marta Ren, revela as 6 bandas finalistas deste ano e conta como convidado especial com Manuel Cruz que se apresenta a solo pela primeira vez.

2 comentários:

Anónimo disse...

Camilo Lourenço, um excelente jornalista, um excelente comentador sobre economia. Pena que quando entrevistava Antonio Borges, mais parecia que entrevistava um vidente...realmente que oposição ao governo de Socrates..
R.L

Anónimo disse...

estou no desemprego que por sinal esta acabar fiz o que chamam poc e agora vou ver se tenho o social tenho 53 e tres anos o meu marido é reformado eu tenho 423.60 o meu marido tem de reforma 497.94 se não á emprego porque me acham velha como vamos viver trabalhei 38 anos na mesma firma sera que ja tenho ao menos direito a reforma obrigada