segunda-feira, março 31, 2008

Pedro e a Paixão



Pedro Paixão é daquele tipo de escritores que poderemos seguramente chamar de culto; autor, entre muitos outros livros, de A Noiva Judia, Viver Todos os Dias Cansa, Muito, Meu Amor e Amor Portátil tem leitores fieis que lhe seguem desde sempre as palavras – e agora está de volta com Rosa Vermelha em Quarto Escuro (edição Bertrand). Uma sinopse:

«Não sabemos o nome da heroína de Rosa Vermelha em Quarto Escuro, mas conhecemos os meandros mais recônditos do seu pensamento, as suas emoções mais íntimas ou ínfimas, e os seus medos. Ela é uma jovem mulher nova-iorquina à procura de si própria e do sentido da existência, e tão perto do segredo da vida como da solidão e da morte. O seu percurso configura vários ritos de passagem: a paixão avassaladora que vive com Aysha, a tentativa de suicídio, a travessia do Atlântico em busca da amante e o encontro com um velho escultor, vítima e sobrevivente do Holocausto, numa quinta em Sintra, são passos na (sua) metamorfose, narrada numa prosa poética, encantatória e reveladora.»

Estará connosco hoje para falar, não só, de Rosa Vermelha em Quarto Escuro, mas de todo o seu percurso; do amor, que mantém como tema central nos seus livros, espécie de motor de todas as histórias; do que mudou na sua maneira de escrever ao longo destes anos; do amadurecimento, do prazer da escrita, e das suas actividades como professor de Filosofia e Publicista – como todas elas se conjugam no seu ofício de escritor (ou se, pelo contrário, não o influenciam minimamente). Perguntas e comentários via 800 25 33 33 e caixa de mensagens do blogue. A partir das 19, com Fernando Alvim e Cátia Simão.

25 comentários:

Quebra ossos disse...

Será a Paixão uma forma de castigo, ou o caminho obrigatório para encontrar o Amor?

Bem hajam com muito amor…

LAPAROTE disse...

Boa Tarde Alvim,

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que Filosofia sempre foi a minha melhor cadeira.

Gotaría de deixar aqui uma pergunta ao Professor:

Como escritor, no verdadeiro sentido da palavra, como se sente com o facto de, actualmente qualquer um poder editar um livro. Estaremos a viver a época da "escrita catrapimba"?

Eu, para dizer a verdade, nunca escrevi um livro, apenas porque gosto de ser original...

Grande abraço ao professor...e outro para o Alvim.

LAPAROTE

Anónimo disse...

Alvim hoje estás fraquinho...

Pega no telemóvel e tira aí uma foto da estagiária para a malta se apaixonar.

Cuidado vê se não está nenhum prof a ver...

marlene disse...

Olá

Tenho um livro do Pedro Paixão "Nos teus braços morreriamos" e tenho que confessar uma coisa... já plagiei este autor!
Durante a minha praxe, mandaram-me escrever uma história erotica e eu copiei "Magestade do vício" peço desculpa, mas ao mesmo tempo agradeço os meus 5 min de fama entre veteranos de praxe!

O Pedro Paixão esteve cá? Nas minhas Flores?! Que giro! Não pode ter sido tudo mau...

ss disse...

O Paixão é uma inspiração assustadora. As coisas que ele escreve estão tão perto de mim e das minhas coisas como nunca.
Comprem o livro "Do mal o menos" que reune 8 livros do Pedro e garanto-vos que mudará a vossa vida.
Muitas das coisas que li são sem dúvida memoráveis e que marcam alguém para sempre.
Ouvi-o pela primeira vez no Pessoal e Transmissivel na TSF e nunca mais fui o mesmo.
Se tiverem oportunidade oiçam também.
Obrigado pelo convidado de hoje,
Sérgio Silva

sam disse...

o filme é o "match point". e é muito bom.

fiquem bem ;)

Mário disse...

oh alvim, entao vela o que achas desta frase
"Nada nas nossas vidas é eterno, nem mesmo os nossos problemas" ("nothing in our lifes is perpectual, not even our problems") do Charlie Chaplin

da que pensar (se e que se pode dizer XD)

cumps

Rachel disse...

O melhor convidado dos ultimos tempos...

Anónimo disse...

conheço e ja li dois livros de pedro...
mas agora fiquei muito triste....votar e um dever de democracia ..nem que seja em branco como eu..
tenho 36 anos e sempre votei ..em branco mas sempre foi votar..



bemmmmmmmmmm fiquei mesmo triste

Rachel disse...

Que pena não ter tempo para telefonar...
Mas como não estamos num país, estamos numa "paísa", um sitio mto complicado, como as mulheres...

O Morto Vivo disse...

Se nao me for ligarem pois eu liguei para ai e ainda pensava que passava na radio mas pronto!

Se for preciso deixo aqui a minha mensagem era para saber se Pedro achaste dificil escrever teatro foi dificil? e que na wikipedia nao aparece nada ou quase nada acerca disso!

Ja agora podias me passar o site do meu blog e para votarem ate hoje nos meus videos:

http://fantasporto2k8.blogspot.com/

Rachel disse...

... e eu sou mulher, sei bem do que falo...
... estou eu aqui, a ouvir a prova oral on line, à espera que um tecnocrta maldito, se digne a devolver-me uma chamada que lhe implorei que me devolvesse há mais de3 horas...
enfim... foi um desabafo.

O Morto Vivo disse...

hoje acaba a votação para votarem nos videos its the last day!

e so para ver os videos se eu ganhar o estagio de publicidade eu depois faço um anuncio brutal!

e ja fui ao site pedropaixao.net vou deixar um post no formulário

O Morto Vivo disse...

um tecnocrata maldito k k se passou a 3 horas ?

XD

O Morto Vivo disse...

eu tou a ouvir online pelo que sei penso que haja uma diferença de x minutos ou seja neste momento pode ser que ja esteja passado o meu post ou talvez nao!

TASSE

O Morto Vivo disse...

Ha uma pergunta qual e o clube que O Pedro e simpatizante ou socio eu ca nao tenho nenhum mais ou menos como ele nunca votou!

Rachel disse...

Ó valha-me Deus!!!!

O Morto Vivo disse...

e pensar e foder ta fixe

O Morto Vivo disse...

hey rachel ja la foste ver ?

o que e que achaste?

Sagres disse...

http://ilemone.blogspot.com/2008/03/novo-look-para-o-blog-da-prova-oral.html

Anónimo disse...

a inês já não foi tua namorada, alvim?, tá cada vez mais gira... e aquela voz... q grande palema me saiste. (heheh)

Sr. bixente

Anónimo disse...

precisava com urgência saber em que livro de pedro paixão está a citação que ele próprio leu no programa...em que dizia, que nem sempre estamos apaixonados, etc...adorei!Ajudem-me

Rui Filipe disse...

Perdi o imperdivel!!!! MEu Deus! Pedro Paixão o meu escritor Portugues favorito ... raios!!! foi exactamente neste dia que tinha de me esquecer do painel do auto-radio em casa!!!! GRRRRR...
Para quando o Podcast dessa emissão? Por favoooorrrrr .....

1Abraço
Rui Filipe

O Morto Vivo disse...

hey rui tinhas me dito k eu tinha gravado essa cena fds

Anónimo disse...

para quando o podcast?? URGENTE!!