terça-feira, abril 22, 2008

Reacção da Comissão Executiva da Prova Oral ao estilo " Direito de Antena"

E pronto foi necessário trazer a Carolina salgado à Prova Oral para conseguirmos ultrapassar a barreira das 150 mensagens deste blog, que era sem dúvida o nosso grande objectivo. Muito obrigado a todos. Entre todas as mensagens que recebemos há uma que destaco em particular e que diz algo como "a prova oral deveria orgulhar-se de ser um programa que nunca nada censura" e eu deste lado vou dizendo" A prova oral orgulha-se – isso sim! - de não permitir que ninguém seja insultado" .Se querem saber é óbvio que nós já estaríamos à espera de uma situação destas, mas como deverão compreender, seja com Carolina Salgado ou com outra pessoa qualquer, nunca iremos permitir que um convidado da prova oral, do programa que fazemos e que tanta gente ouve, possa ser insultado ou humilhado por alguém. Já o tinha dito uma vez e repito-o: Na prova oral nunca deixaremos que ninguém seja mal tratado. Mas reparem, isto não quer dizer que os convidados da prova oral não possam ser criticados ou muito criticados ou tremendamente criticados – nada disso – o que isto quer dizer é que vale tudo menos o insulto, a má educação. Pensem deste modo. Imaginem que a prova oral é uma casa. Uma sala de estar. A nossa casa. Que habitualmente recebe pessoas. E posto isto, quando as pessoas se sentam no sofá da nossa sala, quando estão em nossa casa, o que é que fazemos? Começamos à pedrada, a atirar-lhe com tudo, é isso? Pois claro que não. E por isso, não contem que alguma vez o façamos neste programa que com a sua longevidade tem provado que é merecedor do êxito que tem. E obrigado a todos de novo. Dirão "O programa da Carolina Salgado foi muito mau e desceu o nível e pardais ao ninho" e sabem que mais, vocês só poderão dizer isto porque ouviram outros programas supostamente melhores e que servem de comparação. E isso é bom. E programas como o de Carolina Salgado são bons precisamente por isto. Para agitar. Para fazer com que as pessoas queiram intervir e falar bem ou mal, mas falar.E foi isso que se fez no programa de ontem. E foi isso que se fez neste blog. E já agora aproveito para dizer que existe um administrador deste blog que infelizmente não sou eu, mas também aqui, é óbvio, que não podemos agora insultar toda a gente ao abrigo do anonimato ou outra coisa qualquer. Ultimamente, temos recebido umas mensagens que supostamente são retiradas de um qualquer fórum onde se discute o programa. Eu percebo que a intenção é boa, mas com sinceridade, de que vale recebermos mensagens com conversas retiradas desse fórum? E depois o problema, é que há mensagens que não acrescentam rigorosamente nada e no caso destas supostas conversas o risco de isso acontecer é superior, porque não existe uma estrutura de resposta preparada, entendem?

E pronto, agora que o furacão Carolina passou, voltamos ao mesmo, à mesma hora, na mesma rádio, no mesmo programa. Com um incontido orgulho dos ouvintes que temos. Que são os mais bonitos. Os mais inteligentes. Os mais charmosos. Os outros, os que dizem asneiras e palavrões feios, que querem odiar pessoas e insultá-las de preferência, saibam que este é o programa errado para isso.

Já agora, posso adiantar-vos que ainda esta semana este mesmo blog irá sofrer mudanças que passarão por um novo endereço e uma nova roupagem. Esperemos contar com todos. Efusivos cumprimentos.

Fernando Alvim

23 comentários:

Tiago Pimentel disse...

Boas Alvim!

Antes de mais queria congratular-te pela nota explicativa ao que se passou no programa de ontem, no entanto não posso deixar de criticar o facto de se continuar a propagandear e a dar protagonismo exacerbado a uma pessoa que não contribuiu com nada de positivo na sociedade portuguesa. Qual foi o interesse de fazer aquela emissão, se tu mesmo admites que à partida iria provocar celeuma e reacções exageradas por parte do auditório? Sou ouvinte assíduo da Prova Oral e da Antena 3 e fiquei mesmo muito decepcionado com tudo o que se passou ontem da vossa parte e também até certa medida da parte do auditório. Acredita que vale bem a pena apostares sempre na qualidade do convidado, seja ele um génio da ciência, da comunicação, da comédia, ou apenas uma pessoa comum que de facto tenha contribuído positivamente com algo que mereça ser falado. Repara na diferença de nível de por exemplo o programa de segunda-feira com o mítico Antímio de Azevedo (que poderia à partida revelar-se um programa difícil em termos de cativar a plateia) e "naquilo" que se passou ontem. Espero sinceramente que a Prova Oral não descarrile e não promova a imagem (ou propagandeie) de pessoas do género da Carolina.

Tiago Pimentel disse...

P.S. - estava-me a referir obviamente à diferença do programa de quinta em comparação com o programa de ontem... Fica aqui a nota a desfazer o equívoco.

Sadeek disse...

Capitão...és o maior!!!

Quem não se sabe comportar que se faça o favor de não participar, digo eu!!! A boa educãção cabe em todo o lado....

Abraço

ATuca disse...

A ti Alvim... só tenho uma coisa a dizer...
Um beijoca por seres assim... por no meio desta confusão ainda teres o bom senso...
E por dares uma explicação aos ouvintes.

Helder disse...

Boas Alvim!

Antes de mais parabéns pela Prova Oral, um excelente programa de rádio, que só peca por durar só uma hora!

Quanto ao programa de ontem, foi um pouco sem sumo, mas como em tudo na vida, uns dias melhor outros piores...

Já tiveram excelentes convidados! Ontem apenas notei que o programa passou por desmistificar a personagem de Carolina Salgado. Embora o programa também servisse um pouco para a Sra. Carolina se defender e tentar mostrar que foi uma pessoa normal no seu passado.
Mas enfim, são opiniões!

As pessoas são livres de opinar, mas não são livres para insultar!

Acho que foi legítimo o corte do telefonema, aquela suposta ouvinte da prova oral!

Parabéns mais uma vez!

E já agora! Parabéns à Antena 3!!

Abraços

Gambozina disse...

Olá Alvim e companhia! Parabéns pelo texto e pela atitude que ele representa. E sim, a Prova Oral é como a nossa casa.
Não ouvi o programa de ontem, apesar de ter feito uma nota mental para não me esquecer de maneira nenhuma de o fazer. Conclusão: "A minha cabeça já não é o que era" ou "Porra para o trabalho que me obrigou a sair depois das 20h30!".
Gostava de o ouvir em podcast. podem disponibilizá-lo no sitio habitual rapidinho, rapidinho???

PS: aproveitando a dica do Tiago Pimentel, belo programa o do Sr. Antimio de Azevedo! Apesar de só ter ouvido 20 minutos, adorei! E lamento pelo da Feel Woman, mas foste mesmo, mesmo, mesmo arrasado :-))

Noé Rocha disse...

"E pronto, agora que o furacão Carolina passou, voltamos ao mesmo, à mesma hora, na mesma rádio, no mesmo programa."

Gostei da nota de explicaçao, pelo menos serviu para perceber que houve algum efeito após o programa.

Voltam, pois voltam, mau era se nao voltassem, mas voltam com menos 1 ouvinte, no entanto continuarei a ler o blog.
Perdem uns, ganham outros, é a vida.

cya...

Anónimo disse...

Boa tarde caro Alvim,

Antes de mais dizer que sou Portista, sócio etc...

Bom, uma coisa pareceu-me mal e isso não consigo deculpar que é trazer a Carolina Salgado, ao programa exactamente no dia seguinte ao Porto enfiar duas batatas ao Benfica e ficar a precisamente 24 pontos de distancia..
Convidar a Carolina para dizer que o Porto tem tudo controlado é muito baixo..

Só te vou perdoar se convidares o Manuel Serrão para a semana ;)

Abraço

Pedro Soares

psycologo disse...

Só posso dizer que me senti um pouco incomodado pelo comentário em directo de uma ouvinte. Penso que uma pessoa inteligente faria uma crítica, por mais mordaz que fosse, sem ter de recorrer à má educação.
Enfim, como dizia o Markl: Vidas...

Anónimo disse...

Antes de mais, quero deixar claro que é da minha opinião, que todas as pessoas devem ser respeitadas e que o recurso ao insulto, não tem utilidade nenhuma.
No entanto, devo dizer que não entendi a razão de ser do programa de ontem. Afinal, qual era o tema? O livro já foi publicado há mais de um ano, o novo livro ainda não tem data de lançamento. Eu realmente, não percebo porque razão convidaste alguém que não tinha nada de interessante para partilhar, divulgar, dar conhecimento, enfim foi provavelmente o programa mais fraquinho do qual me recordo.
Independentemente, desse programa (que realmente não apreciei), continuarei a ser um ouvinte fiel, pois são muitos mais os excelentes momentos de diversão e conhecimento que proporciona, do que os maus.

Saudações
Pedro

Anónimo disse...

Alvim eu sou teu fã gosto da forma como olhas a vida. Viver a brincar, as coisas ficam bem mais fáceis. Eu sei que depois do programa de ontem arrependeste-te de teres convidado a Carolina. Não precisas de admitir publicamente. Tiveste muita coragem em teres aguentado o programa até ao fim. Notava-se em ti e na Cátia que estavam a "torcer" que as 20 horas chegassem.
Abraço

O Morto Vivo disse...

Eu ainda tou para ver onde vai parar o boicote ja ha 3 comentarios

Freitas disse...

Alvim, esta nota explicativa vai de encontro ao que o meu avô diz quando jogamos às cartas: "só explica quem perde". Sabes perfeitamente que o programa de ontem não trouxe benefício nenhum para a sociedade portuguesa, além de, como já aqui foi dito, teres dado protagonismo a alguém que não traz nenhuma mais valia ao país, contrariamente ao convidado de hoje.

quarenta e dois disse...

Buenas,

"Muita caUma nessa hora!" - como diria o nosso Juvenal Antena!
Não hajam dúvidas que a já referida senhora seria a última pessoa a convidar...foi um "missed-calculation" da parte da Prova Oral, que inclusivé, no directo, resvalou para o público que se apercebeu do vosso anseio pelo fim do programa! (foi uma pequena nódoa de "Criolina" que caiu no melhor pano "Alvim" - e só isso!)
Eu sei que o nosso FERNANDO vai compensar este microscópico deslize com muita mais maluqueira e convidados à altura!
Ah...ò Alvim, acho particularmente feliz a justificação "blogada" revelando consideração pelo auditório(de resto, também concordo: o insulto fácil não é bem vindo!)
Olha...vou beber um fino..."à nossa Alvim!". Este já está! Vou pedir outro...tá mesmo a cair bem...

quarenta e dois disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Morto Vivo disse...

@freitas: podes crer

Rui Cubano disse...

Capt. Alvim, não recolhas as velas do barco porque apreceram umas onditas encrespadas. Os outros que façam um programa só para eles, faz tu este, para todos.
Continua a boa faina! Venha mais marisco e até um ou outro apetitoso golfinho ou manatim!

O Morto Vivo disse...

Ta mais do k visto isto so foi comentado aki a cena do onfire vai ficar offire (out of range) nesta prova oral nao da hipoteses

Anónimo disse...

Parabens Alvim, mais uma vez mostras-te o excelente profissional que és!É dificil agradar a todos, ignora a fraca inteligência de algumas pessoas...

beijos

O pensador disse...

Parabéns Alvim,com o teu programa conseguistes demonstrar que o assunto "Carolina" está mais para o ensosso do que para o salgado...

:-)

(Ps: Quando o apito dourado acabar e o "furacão Carolina" passar de vez, parece-me que nem o seu BMW X5 vai sobrar..)

Anónimo disse...

Alvim, belo programa, mas... essas "personagens" Carolinas e ex-big brothers e Cª. Lda. estão a substituir essa nobre profissão, que eu tanto gostava em miudo e que está em vias de extinção que são os PALHAÇOS. Voltem palhaços são tão melhores, Abraço e parabens pelo programa

inês disse...

Boa tarde; falaram agr das heranças no divorcio...e se um dos conjugues morrer, aquilo que herdou é do outro conjugue ou dos filhos/família?
Já agr mts parabéns pelo programa.

nelio disse...

JOSÉ MOURINHO , o expoenta máxomo de marktig pessoal! concordam?