segunda-feira, outubro 08, 2007

Ora então digam lá



Porque a liberdade é uma coisa muito bonita, hoje teremos mais uma das típicas, memoráveis, épicas – e quejandos adjectivos – Provas Orais de tema livre.

Liberdade total para abordarem os temas da actualidade – e outros – que achem pertinentes e que vos causem comichão à língua opinante: desde a eleição de Luís Filipe Menezes como líder do maior partido da oposição, à saga, que está aí para durar, do caso Madeleine McCann, passando pelo episódio Santana Lopes, que se recusou a continuar uma entrevista depois de ter sido interrompido pela reportagem sobre a chegada de Mourinho; o futuro clube de Mourinho (aceitam-se apostas), o talento para as Relações Públicas de Scolari, a Liga dos Campeões, o famoso vídeo revolucionário de um jovem chamado Durão Barroso, o último livro que leram, filme ou concerto a que assistiram, notícias insólitas que queiram partilhar connosco – de repente, dei com esta, sobre um jovem japonês que demorou 12 segundos e 26 centésimos a fazer o Cubo Mágico (não foi tanto este tempo que me espantou, mas o facto da febre do cubo mágico, que eu pensava que já tinha ido à vida em meados dos anos oitenta, permanecer); e, por falar em jogos, e tendo começado há pouco o ano lectivo, podem lembrar-nos dos jogos do recreio que entretanto foram substituídos pelas consolas portáteis (oh, saudosismo) e recordar o vosso primeiro dia de aulas. E, já agora, para onde foram e o que fizeram nas férias de Verão (se não vos for doloroso, uma vez que já acabaram): aceitamos, inclusive, queixas sobre o reumático – bicos de papagaio, em latim – uma vez que a mudança de tempo está aí.

O telefone é o 800 25 33 33; e está disponível, igualmente, a caixa de comentários do blogue. A partir das 19, com Fernando Alvim.

24 comentários:

Cesário Simões disse...

Liberdade... Os povos verdadeiramente livres são apenas alguns dos povos africanos e asiáticos em que cada um faz o que lhe dá na cabeça, e por isso estão na miséria e anarquia. Para alguns, surtudos, acabou-se a liberdade e começou a ditadura.
Que venha o diabo e escolha...
Quem quer a liberdade?

João Bernardes disse...

Boas alvim, epa pa começar to com saudades de te ver num programa de tv pa rir tipo o perfeito anormal, ou o prazer dos diabos ou ate o curto circuito com a boa da solange :D

Epa estas férias pra mim foram do melhor, to no 12º ano e tive boas notas nos exames do ano passado e por isso os meus pais deram-me um pouco de liberdade,
Tudo começou logo no S.João em que andei ate as 9 da manha pela figueira da foz e segundo me disseram sempre com um copo na mão (o k eu duvido mas sinceramente já ñ me lembro)

2º Ida ao superbock superock com uns amigos ao 1º e 2º acto (klaxons e bloc party para mim foram os melhores embora goste mais dos interpol)

3ºIda ao algarve durante 8 dias com 4 amigos para um apartamento de um deles ( excelente xD) como tavamos sozinhos aquilo foi uma autentica festa acordavamos as 4 da tarde e deitavamo-nos as 10 da manha (enquanto tivemos la vimos ao vivo em albufeira os expensive soul, o bob sinclair e numa disco também em albufeira o yvles la rock com o seu rise up (nessa noite foram 4 absintus e mais uns quantos bacardis uiiiiii xD)

3º acampamento em gois também com amigos, digamos que este acampamento foi para descansar e para ressacar :D

e foram assim as minhas ferias

no ultimo sabado das ferias foi também ate 9 da manha só que nesse dia acho que bebi mesmo muito (para aí 8 shots fortes mais mata ratos) e fiquem mesmo arrasado

Agora mais só para o ano para festejar a minha entrada em medicina e o meu 20 a mat no exame xD

ISA disse...

O último livro que li tem um titulo muito sugestivo "Se não comprarem mato-me" diz-te alguma coisa? Em relação aos jogos que faziamos "no nosso tempo" desde as escondidas, que era o máximo, principalmente quando nos escondiamos aos parzinhos, ao mata, sirumba, nós gajas ao elástico (e os gajos também desde que ninguém além de nós estivesse a ver), ao quarto escuro, à mensagem em que a mensagem começava tipo "ontem fui ás compras" e acabava "o joão usou fraldas até aos 6 anos e hoje em dia a mãe ainda lhe dá banho", os carrinhos de rolamentos, andar de bicicleta na rua, às vezes 2 na mesma bicicleta porque os bancos ainda tinham encosto, entre outros, ficava aqui a tarde toda. Mas a realidade é que nos divertiamos mesmo muito.

Catita disse...

Jogos de recreio?
Quem não se lembra do jogo do elástico? Do saltar à corda e das suas cantilenas e dos pacotes de leite com chocolate à borla? e dos pirulitos de açucar em papel pardo vendidos por uma velhota à saída?
Bons tempos!!!

Anónimo disse...

Alvim, estas ferias pa mim foram do melhor. Fui ao grande Estádio da Luz tirar uma foto memoravel com a aguia Vitoria e o Ruan Barnabe.
Beijos da Verónica da Madeira

Sulista disse...

Olá pessoal, ´boas!

aPESAR de não gostar nem um pouquinho do Santana Lopes, confesso que concordo com a atitude dele! Chegamos a um ponto em que a política que devia dizer respeito a todos se tornou um circo gigante, até por aqueles que deviam veincular a seriedade do tema como são os jornalista!

angelodias disse...

alvim podias falr de células fotovoltaicas ou então se preferires do enorme poder que o Aloe Vera tem conquistado nos ultimos tempos (ouvi dizer que a super bock está a preparar uma grande surpresa com aloe vera).
Sempre podes falar de arruivados...
grande abraço

Bruno Miguel disse...

Já que se fala de liberdade, não posso deixar passar a oportunidade de falar do software livre. "Free as in freedom".

Não deveria todo o software ser livre para ser modificado por todos? Não é isso liberdade? E o que as empresas de software proprietário fazem não é o contrário de liberdade?

O software livre promove a inovação, não a trava. Permite que as pessoas adaptem os programas às suas necessidades, e não que as pessoas se verguem ao software.

Recomendo a leitura deste site, para saber mais sobre o que é software livre e porque é melhor que o proprietário: http://www.fsf.org/licensing/essays/free-sw.html

Telematrix disse...

Olá boa tarde pessoal, desde ja parabéns são fenomenais as POs.

Uma coisa interessante é ver a maneira como as pessoas socializam, respondem mais depressa a uma chamada ou msn do que a um convite para um café, estranho não?!

até à próxima
continuem!

Rititi disse...

cá vai uma anedota para ajudar à boa disposição que já é muita por essas bandas:

- Paizinho: o teu sócio morreu, não podíamos agora pôr o meu noivo no lugar
dele?
- Eu... não sei. Cá para mim tanto se me dá. Combina isso com o cangalheiro.

Rui Pedro disse...

boa tarde Alvim!

Por falar em personalidades que gostava muito de conhecer, quando é que conhecemos a Jamaica? Pela voz..ui ui...Ó Alvim és um tipo de sorte!


ABRAÇOS DE OVAR

migazo disse...

Alvim, acerca da nova grelha gostaria de saber porque é que deixaram a 5.ª dos portugueses.

E já agora, seguindo a opinião do ouvinte que pretende as 2 horas, não escondas essa hipótese da próxima reunião porque senão enviamos a sugestão ao Provedor e estás lixado ;)

Abraços

LowCostPortugal.net disse...

E por falar em low cost: http://lowcostportugal.net

Lisboa - Porto: não existe porque não está liberalizada a rota

Lisboa - Madeira: está em vias de ser liberizada mas provavelmente só na Primavera de 2008. Anyway, em fins de Outubro a easyJet inaugura rota entre o Londres e Bristol de Funchal.

Xisca_lhe disse...

Nasceste antes de 1986?
Então lê isto...
Se não tens...lê na mesma..
Esta merece!!!!!

Deliciem-se...

Nascidos antes de 1986. De acordo com os reguladores e burocratas de hoje,
todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter
sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com
cores bonitas, em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e
mordíamos.
Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas "à prova de crianças", ou
fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.
Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes.
Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar á
frente
era um bónus.
Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.
Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas
nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora.
Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.
Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentose depois andávamos a grande
velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos
de
montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado aprendíamos.
Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em
casa
antes de escurecer.
Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.
Não tínhamos PlayStation, X Box.
Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis,
computadores, DVD, Chat na Internet.
Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua.
Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía!
Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossosmas sempre sem
processos em tribunal.
Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos ás portas de
vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.
Íamos a pé para casa dos amigos.
Acreditem ou não íamos a pé para a escola;
Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem.
Criávamos jogos com paus e bolas.
Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem. Eles
estavam do lado da lei.
Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.
Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas.
Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a
lidar com tudo.
És um deles?
Parabéns!

Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras
crianças, antes dos advogados e governos regularem as nossas vidas, "para
nosso bem".
Para todos os outros que não têm idade suficiente pensei que gostassem de
ler acerca de nós.
Isto, meus amigos é surpreendentemente medonho... E talvez ponha um sorriso
nos vossos lábios.
A maioria dos estudantes que estão hoje nas universidades nasceu em 1986.
Chamam-se jovens.
Nunca ouviram "we are the world" e uptown girl conhecem de westlife e não de
Billy Joel.
Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle.
Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname.
A SIDA sempre existiu.
Os CD's sempre existiram.
O Michael Jackson sempre foi branco.
Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que
aquele gordo fosse um dia um deus da dança.
Acreditam que Missão impossível e Anjos de Charlie são filmes do ano
passado.
Não conseguem imaginar a vida sem computadores.
Não acreditam que houve televisão a preto e branco.

Agora vamos ver se estamos a ficar velhos:
1. Entendes o que está escrito acima e sorris.
2. Precisas de dormir mais depois de uma noitada.
3. Os teus amigos estão casados ou a casar.
4. Surpreende-te ver crianças tão á vontade com computadores.
5. Abanas a cabeça ao ver adolescentes com telemóveis.
6. Lembras-te da Gabriela (a primeira vez).
7. Encontras amigos e falas dos bons velhos tempos.


SIM ESTÁS A FICAR VELHO heheheh , mas tivemos uma infância do caraças

Arcebispo de Cantuária disse...

Gostava de aproveitar o tema livre para divulgar uma fantástica iniciativa no campo do humor que por mera coincidência decorre no meu belogue:

- Escreves umas coisas engraçadas?
- Publicas um Blog Sapo?
- E queres ganhar uma t-shirt do Sapo?
- E ter o teu blog em destaque no Sapo?

Já podias ter dito!

Participa no Passatempo "Melhor Post de Humor da Semana"

O passatempo destina-se a premiar o melhor post de Humor publicado durante uma semana (Segunda a Domingo) num Blog Sapo.

A primeira semana decorrerá de 8 a 14 de Outubro. Os posts poderão ser enviados por email ou colocados sob a forma de comentário no link correspondente a essa semana.

Regulamento e mais informações no blog do Arcebispo.

Roberto disse...

Após ouvir a questão Santana Lopes não pude deixar de dar a minha opinião.

Não concordo com a atitude do ex-Primeiro Ministro, ex-Presidente do PPD/PSD, ex-Presidente do Sporting...
Segundo li na revista Sábado desta semana, Santana Lopes atrasou a entrevista meia hora para poder ver o jogo Sporting-Guimarães. Além disso os alegados sacrifícios pessoais de Santana Lopes eram relativos aos penalties no mesmo jogo... a serem verdade estes factos, que autoridade moral tem o Dr. Santana Lopes para argumentar contra o futebol??

Cumprimentos.

angelodias disse...

Foram os irmaos que a comeram...

herbívora disse...

Sabem qual é a diferença entre a Maddie e um Bolmerang? É que o Bolmerang volta...

E a diferença entre a Maddie e o Elvis? É q há quem acredite q o Elvis inda está vivo...


Muhahahah

Jamgirl disse...

Por falar em tema livre, e k tal se falassemos de educação. é k pelo andar da carruagem são cada vez mais os professores e educadores no desemprego!!!

coelho radioactivo disse...

no meu tempo é q era.....hahahaha

Anónimo disse...

Já agora Alvim que tal comentar o inicio de epoca do FCP? E o que tens a dizer dos 8 pontos de vantagens para o teu SLB? Ainda sao recuperaveis?
E o Camacho fica lá até ao fim da epoca ou a pressão vai ser muita e ele sai já no Natal?

Um grande Abraço

Gil

Rui Cubano disse...

Herbívora... acho que me apaixonei (post hilariante).
Se eu fosse ao Santana Lopes entrava no meio dum jogo do Mourinho, todo nu, com uma inscrição: "Gostas?"

Anónimo disse...

o Podcast do programa do Luis Santos nao esta completo... logo que o homem começa a façar cortam-lhe o Pio:) a versao WMA pelo menos.

Corrigam isso s.f.f. já que falaram que o programa é bom.. gostava de ouvir.

márcia disse...

se calhar já vou tarde para o comentário mas quero pegar no tema a "grelha de antena 3" e perguntar porqu~e que terminaram com a bolas com creme na manhãs da 3? e o que é feito da raquel bulha? gostava dela nas manhãs....pena terem acabado com estes 2 ponto que refiro...
e as playlist?repetida, repetida, repetida é pouco...e o estilo de música tb está a mudar um bocadinho, não?

quanto à restante grelha considero positivas as mudanças.
bjs e bons programas;)