sexta-feira, julho 13, 2007

Salazar e as Urgências



Hoje a Prova Oral sobe ao palco com convidados a propósito de duas peças:

Salazar – The Musical: «de Seminarista a Ministro, de Presidente do Conselho a Tabu Nacional; 48 anos da História em torno dessa figura que foi António de Oliveira Salazar, numa comédia visual/musical (jeitosa). Falar-nos-ão dele José Pedro Vasconcelos e Miguel Melo.

Urgências, que já vai na terceira edição e cujo mote tem sido desafiar novos dramaturgos portugueses a escrever uma peça curta que responda à questão «O que é que tens de urgente para me dizer?». Sobre ela falará Filipe Homem Fonseca e Cláudia Gaiolas.


Dado ambas as peças já terem estreado, se algum de vocês assistiu a alguma, digam-nos para aqui, via 800 25 33 33 e caixa de comentários do blogue, a vossa impressão; caso não tenham ido ainda, é uma boa oportunidade de sondarem se vos interessará. Não é urgente, é só a partir das 19, com os camaradas Fernando Alvim e Rita Amado.

12 comentários:

Anónimo disse...

Primeiros a escrever aqui! hehe

Anónimo disse...

parabe´sn Às duas peças, já as vi e recomendo!!

Anónimo disse...

alo a todos!
porquê dar ainda mais enfase a salazar? a brincar ou não continua a pairar o fantasma de um homem desprezível... resta-me dar-vos os parabéns ao programa, alvim passaste a prova, o programa está brilhante, um palavrinha para os convidados que admiro muito, principalmente o miguel melo e o josé pedro e um beijo especial para a bela e muito interessante rita amaro

abraços,
paulo macedo

Anónimo disse...

Anoka diz-vos:

Na verdade concordo com o comentário deixado pelo Paulo Macedo. Sala, Salazar e mais Salazar. O homem so fez coisas más e nao paramos de falar nele.
Teatro portuguÊs, acho k esta em alta e ainda bem.
À dias vi o J. Monchique com o Paranormal e adorei. Fantástico.
Bjs e abraços

Filipe disse...

Concordo em absoluto. Quanto mais falarem em Salazar mais valorizam um senhor desprezível, embora seja O GRANDE PORTUGUÊS! Uma vergonha, essa votação, mas adiante.
Não vi nenhuma dessas peças mas tenho pena...
Um abraço

Djanguinho disse...

Verdade ou mentira será a que for, e digo mais

Aksal disse...

Pergunta aos convidados:
Eu gostava de ver a peça, mas porquê?

definitivo disse...

Boa noite, Alvim.

Ó Alvim, tu hoje fo..... tracinho me!...
Então tu pedes para eu dar uma opinião sobre uma coisa que não vi... nem posso ver??!!...
Mas tu pensas que moro na Capital, ou quê??!!...
Essas coisas do "treato" (como dizia a minha avó) não estão ao alcance dum gajo que mora na terra do galo a 350 mil metros de "Lisvoa"!... ooooooooda-se!!!

Isto aqui, é terra de parolos, não é terra de gajos que coisa e tal e que não sei quê, e as modas e os shots e os chutos e não sei que mais e as calças à boca de sino, e ai tenho qu'ir ao cinema, e tu quando me levas ao teatro... oooooooda-se!!!!

Teatro???!!!.... oooooooda-se!!!!!

Alvim, claro qu'estou a brincar mas, o facto, é que a brincar se fala a sério: A descentralização - ou a falta dela! - deste tipo eventos (eventos, está na moda) culturais, origina que um caramelo como eu - que já por si é burro comó car.... aças! - fique ainda mais empedernido do que a estátua do Garret.

Uma pergunta pró pessoal - os do teatro gostam que os tratem assim, por isso é que eu abuso - convidado do melhor programa da rádio portuguesa: e se arranjassem maneira de trazerem as vossas peças aqui à aldeia de Barcelos?...

Pronto, Alvim, tenho muita pena mas tenho que vos deixar. A camioneta está pra passar e não quero que aconteça o que me aconteceu ontem: perdi a camioneta e tive que ir pra casa de secretária. Até correu bem (a secretária), o pior foram as explicações que eu tive que dar à minha mulher ao chegar a casa montado... na secretária!...

Abraço, capitão.

PS: que tal a imitação do Jel?

Anónimo disse...

Laurie anderson estara hoje no teatro circo e n amanha como foi referido pela ouvinte...

Anónimo disse...

Gostas de nicola? então faz essa!

GreenSky disse...

Consegui fugir aqui da aldeia com a família e fomos a Lisboa ver o Salazar – The Musical. Gostei , todos os intervenientes estiveram em grande nível.
Um abraço
Ps se vierem a Viseu eu vejo outra vez

Anónimo disse...

sALAZAR O DITADOR

QUE MUITO MAL FEZ,

A mADEIRA PARA SER INDEPENDENTE É PRECISO UM DITADOR... E PARA HAVER ELEIÇOES ANTES DE TEMPO. È SINAL QUE ALGO ESTÁ MAL, ALGO QUE NÃO QUEREM QUE TODO pORTUGAL SAIBA, POSSSIVELMENTE. pENSO.

pOIS AQUI JÁ NÃO SE PODE PENSAR, NA ILHA... É SÓ PARA IGLÊS OU RICO PODE FALAR NO SEU DIREITO...
____pELA JUSTIÇA... eL DITADOR
DAS ALFACES FRESCAS....

TEATRO É BOM

POIS RETRACTA O QUE MUITOS VIVERAM NAQUELA EPOCA.


bICHANA SE ÉS MESMO AMIGA, MESMO QUE ARREPENDIDA, AGARRA ESTA OPRTUNIDADE E DIZ-ME A VERDADE.
OPTIMA SALA.