terça-feira, setembro 18, 2007

As notícias



Com o pouco hábito de leitura de jornais que nos é reconhecido (não só a nós, mas um pouco por todo o mundo) e a predominância da televisão sobre os demais meios que nos trazem a informação, os noticiários televisivos acabam por ter responsabilidade acrescida: é por eles e pelos olhos dos seus jornalistas que a maioria de nós vai vendo que se passa a nossa volta. E Clara de Sousa, como acontece com todos os pivot's, não se livra de ser o rosto a que todos associamos as más e as boas notícias.

Estará hoje na Prova Oral a falar do seu itinerário de jornalista, o que a levou a interessar-se pelo jornalismo televisivo, os ossos e os prazeres do ofício – e da sua visão do jornalismo actual, virtudes e as desvirtudes das tendências dominantes (que, de resto, se encontram em doses mais ou menos iguais, só para dar um exemplo, no caso mediático do momento, o desaparecimento de Madeleine McCann).

Reclamações, elogios, perguntas e comentários sobre a forma como as notícias vos chegam e como gostariam que elas vos chegassem, são bem vindos, via 800 25 33 33 ou caixa de mensagens do blogue. A partir das 19, com Fernando Alvim.

24 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde Pessoal...

Primeiro começar por dar os parabéns à Clara por ter recentemente sido eleita a mulher mais sexy de Portugal. Parabens tambem pela excelente comunicadora e pivot que é.
Quanto às noticas, vejo essencialmente as dos dois canais RTP e SIC, não vale a pena dizer porque nao vejo as do outro canal que todos nos sabemos qual é...

Já agora uma pergunta para a Clara, Como se esta a sentir no papel de jurada de um concurso de talentos? Há dias vi-a quase a chorar por causa de umas concorrentes que la foram... Ás vezes é dificil ser uma jornalista imparcial?

Muitos Parabéns mais uma vez pelo excelente trabalho..

Cumprimentos a todos

Abraço Alvim

Gil

Anónimo disse...

Boa tarde Pessoal...

Primeiro começar por dar os parabéns à Clara por ter recentemente sido eleita a mulher mais sexy de Portugal. Parabens tambem pela excelente comunicadora e pivot que é.
Quanto às noticas, vejo essencialmente as dos dois canais RTP e SIC, não vale a pena dizer porque nao vejo as do outro canal que todos nos sabemos qual é...

Já agora uma pergunta para a Clara, Como se esta a sentir no papel de jurada de um concurso de talentos? Há dias vi-a quase a chorar por causa de umas concorrentes que la foram... Ás vezes é dificil ser uma jornalista imparcial?

Muitos Parabéns mais uma vez pelo excelente trabalho..

Cumprimentos a todos

Abraço Alvim

Gil

Anónimo disse...

Olá,
na minha adolescência não via notícias e ninguém me tentava estimular para as ver. Na fase de entrada na universidade comecei a pensar que devia saber o que se passava no mundo e comecei a ver de forma regular e atenta, até pegava num jornal para o ler, quando comecei a trabalhar via quando calhava estar em frente à televisão e lia as gordas na internet, hoje em dia quase que fujo de noticiários não fossem estes um mal necessário, digo mal porque não consigo confiar nos serviços noticiosos, transmitem imensa informação expeculativa, batem demasiadas vezes na mesma pedra. Sinceramente ouço as notícias enquanto tomo o pequeno-almoço e quando chego ao trabalho passo os olhos pelas gordas de alguns jornais online, se há alguma notícia que me suscite maior interesse então sim aprofundo. de resto acho que já prefiro o online ou o papel do que a televisão, pelo menos o que não me interessa e/ou aborrece passo a frente.
em relação ao comentário sobre a miúda desaparecida, acho que era desnecessário, já estou farta de ouvir falar nisso não porque não concorde com a divulgação de um desaparecimento mas pela indignação que sinto por tantas crianças portuguesas que desaparecem no nosso país e que afinal de contas nada parece fazer-se...
provavelmente não sou a cidadã modelo :-)

p.

Nikas disse...

Ola Fernando e Clara!

Queria deixar os meus parabens a Clara pois na minha modesta opiniao é das melhores pivots do pais. Para mim, é na SIC e SIC Noticias que se fazem os melhores blocos noticiosos!
Estou a trabalhar no Reino Unido e aqui a imprensa é qualquer coisa como arruinadora, devastadora, sem escrupulos. Nunca vi tanta, desculpem me a expressao, ignorancia junta!
Tenho me mantido a par de todo o caso McCann atraves dos media portugueses e ingleses. Como devem imaginar, somos completamente massacrados aqui. Policia incompetente e jornalistas que fazem de tudo para limpar a imagem dessa mesma policia! Todo o trabalho deles e pelas vendas e pelas audiencias!
O meu repto para a Clara é: Sera que ja se comeca a ver deste tipo de jornalismo em Portugal? EM que se diz o que quer, da maneira que convem, desde que "venda"? Sem interesse pelos factos nem quem esta por detras deles? Sem respeito pela inteligencia daqueles que ainda leem ou veem noticias?

Obrigado!

Sarah disse...

Olá Alvim e Clara de Sousa (sem dúvida dos melhores comunicadores deste país)...

A minha perspectiva sobre a comunicação social portuguesa é cada vez mais negra. Já que deste o exemplo dos McCann expliquem-me como é possível dedicar tantos minutos de um telejornal a um assunto cujas novidades não ocupariam mais de 5 minutos? Como é possível fazer tantos directos onde um jornalista repete tantas vezes as mesmas coisas e nunca diz nada de novo? Como é que é possível que sejam este tipo de assuntos a "entreter" as pessoas? As pessoas querem mesmo este tipo de informação? Não me parece, pelo que tenho ouvido.
Já ouviram falar do Darfur? Eu já! Mas pouco. Afinal o que é uma genocídio de milhares de pessoas ao pé do desaparecimento de uma linda menina da classe alta britânica? Se as televisões dedicassem, um dia que fosse, os mesmos minutos ao caso do Darfur como dedicam ao caso de Maddie, ou aos socos de sua exceleência o seleccionador nacional, ou à transferência do Simão Sabrosa, talvez as pessoas já tivesse acordado para o que acontece para além dos muros do seu mundo (apesar de tudo) encantado.

Cumprimentos...

Aksal disse...

Boa tarde Alvim e Clara.
Penso que os telejornais precisam menos de especulação e de opiniões. Basta apresentar os factos. É assim que EU gosto das noticias.
Fikem bem!

Marlene disse...

Olá

Eu não gosto muito de ver noticiários, leio na internet as gordas e os artigos que me interessam mais!

Eu acho que os noticiarios não deviam durar mais do que 15 min, para aprofundar mais as noticias mais mediáticas e mais importantes há os especiais e os debates...

Quanto aos MacCan, a Clara e o Alvim não acham que os noticiarios exageraram com aquilo tudo? Porquê tanta mediatização?

kikinhas disse...

A expeculação na mha opinião mata audiência. Nos dias que correm as pessoas querem objectividade. Maddie para mim nao passa de expeculação e dinheiro fácil em publicidade e vitimismo barato que a imprensa oferece.

Já agora quanto a convidada, nada a dizer. É uma SENHORA! Mto sensual, mto objectiva.

O Jornal da manhã para mim ´e o melhor..., não fosse ele o mais feskinhooo =)

Anónimo disse...

Olá Alvim e Clara de Sousa!
A Clara é sem dúvida uma ÓPTIMA jornalista, expressiva, muito para lá de bonita, e transpira confiança.
Um bom exemplo para muitas mulheres.
Ela sabe o quer, e para onde vai!
Continua assim.
Cristina

João Coelho disse...

Boa tarde.
Existe uma coisa nos nossos jornalistas que acho piada, trata-se do facto de procurarem sempre portugueses nos diferentes acontecimentos, por exemplo aquando dos Óscares em que o filme Senhor dos Anéis foi premiado com 9 Óscares, ouvi um jornalista dizer: "uma parte dos Óscares ganhos são de um português", fiquei logo atento para ver do que se tratava, qual não é o meu espanto, quando me apercebo que o jornalista tinha encontrado um luso descendente, que tratava dos cavalos que entravam no filme.
No futebol isto é de mais evidente; se o Katatir F.C. ganhar o campeonato húngaro e tiver lá um português chamado Toni, isso vai ser noticia.
Prova Oral ao mais alto nível!

sofisma disse...

Algo que me assusta na telemediatização, é o facto da realidade indeferida e virtual a que somos expostos, moldar e pautar grande parte da opinião e visão do que nos é exterior. Que conheço eu de Paris?-Os ângulos fotográficos seleccionados por um editor de imagem, a sociedade pintada por documentários e tudo isso continua a não ser uma avaliação minha. É este o poder dos Media. A capacidade de criar Universos. Obrigado pelo programa Alvim! Abraço

Anónimo disse...

A Clara é óptima, com grande voz e tudo a favor....
Mas ela percebe de música de onde???

Cumps

António de Almeida disse...

-Interessante será perguntar a uma jornalista o que pensa da alteração ao CPP no que diz respeito ao segredo de justiça, partindo da permissa em que se diza, "ok está em segredo de justiça informo-me na comunicação social, bem como o que pensa do anunciado futuro do estatuto dos jornalistas.

Jorge Bicho disse...

A Clara de Sousa tem o melhor que uma mulher pode ter, a beleza ao serviço de uma imagem sempre profissional e séria.
são estas as coisas que ficam. Mas Clara deixe-me dizer-lhe que se é muito piegas como diz, mais uma vez o seu profissionalismo não a deixa mostrar essa faceta. Grande Alvim, estás se mpre bem acompanhado.
uma pergunta para a Clara: COmo se vê a tentar dar notícias sobre causas tão mal tratadas, Casa Pia, Maddie, etc?

obrigado e um abraço

estrela do ar disse...

A Clara sente diferença por ser uma pivot mulher? Por parte das televisões, dos entrevistados?

Eu gosto bastante dela, ao nível do José Alberto Carvalho, acho que são os melhores pivots portugueses, pela postura, voz, entoação, boa imagem e elegância.

Como é a primeira vez que participo aqui no blog, saudações amigáveis ao Alvim!!

skywalker disse...

Olá a todos.
Bem, para além de uma grande comunicadora, grande jornalista e pivot.....meu Deus.... Clara de Sousa é aquela voz.
Já viram o spot de promoção de Toda a Verdade, que passa na Sic Noticias? Inclusivé já ganhou prémios. Que grande voz. Mas fora a voz, a presença e o ritmo que impoe num noticiário, é qualquer coisa.
Sou fançazo dessa senhora.
Continuação de bom trabalho.

Mivla disse...

ALVIM,
baixa o volume da música senão não se consegue ouvir os ouvintes!!!

Devias ter começado a fazer rádio aos 6 e não aos 13 anos. :p

...ah, pois é! O Blog do eddie!! disse...

Essa Senhora é um hino à Comunicação Social Portuguesa. Consegue agarrar-nos à televisão quer no noticiário como na familia SuperStar. É incrivel a maneira delicada mas directa com que ela diz: "Você vai continaur a cantar...mas é em casa, no chuveiro". É lindo!

Uma pergunta: Como é que vê o aparecimento da sua cara, agora com mais frequência, no mundo Cor-de-Rosa! É revistas, é os programas pink de fim-de-semana? (não estou a criticar!)

Anónimo disse...

Muito boa tarde!

Vivemos na sociedade da informação, temos notícias a chegar e a actualizar de minuto a minuto. Temos cada vez mais jornais gratuitos diários. Cada vez mais são criadas notícias do nada - o chamado encher chouriço, porque cada vez mais as pessoas estão como que " com sede" de notícias, notícias..etc.´
Não é por vezes um exagero esta quantidade de informação?

Rui Cubano disse...

Não deixem o caso Casa Pia adormecer.
Resumindo: Uma amiga minha advogada condenou-vos pela intromissão mediática neste caso e eu chamei-lhe à atenção para um exemplo nesse caso em que se ficou a saber, pelo menos como funciona o seu meio, mas deviam ter-se intrometido mais que foi o "detalhe" onde uma senhora pobre do Alentejo que teve de viver com o abuso sexual das duas filhas crianças DEFICIENTES pelo tal tipo que conduzia o carro do C. Cruz e que chegou a fazer "os apanhados" e que DESAPARECEU. O seu processo foi enviado para Coimbra onde um (ou dois) juíz o fez desaparecer. Como se não bastasse o ministro da Justiça em 99 assinou a prescrição dos crimes sexuais sobre menores que... envolvia casos como este. O que é feito da senhora de Ourique?
Continuem e sejam "piores", já chega de alguns intocáveis, mais vale ir à SIC do que à polícia!

...ah, pois é! O Blog do eddie!! disse...

iiii, Bolos Alves-e-Alves...
eu que sou de Tires (perto da Rádio Marginal), agora que vivo no Porto, umas das minhas maiores saudades dessa zona é do Bolo de Chocolate e nozes da Alves-e-Alves, hummmm...

brown_fox disse...

..essa Senhora é linda!

Nuno Morgado disse...

Antes de mais muito boa tarde,

depois de muitas vezes ter estado tentado a entrar em contacto convosco, eis que hoje surge um motivo que me leva a faze-lo... Clara de Sousa!

Quero então aproveitar para expressar a minha grande admiração por uma grande pivô, e por uma grande e linda mulher, que pude ver com outros olhos desde a sua aparição num programa de entretenimento.

Vou aproveitar para colocar a minha questão em relação ao jornalismo que é bastante simples... de que forma se fazem sentir pressões politicas no jornalismo, neste caso no noticiário provavelmente vais visto em Portugal.

Parabéns pelo vosso programa e um grande beijinho para uma das mulheres mais bonitas de Portugal.

e já agora VIVA O BENFICA!!!

catarina disse...

A generalidade das pessoas não está a par das leis nem dos procedimentos nos Tribunais nem das condições dos Juizes e Magistrados nem do facto de que o descontentamento deles tem a ver com os políticos que elaboram as leis e não com a Magistratura Judicial que mais não faz do que aplicá-las.
A comunicação social teria aqui um papel de esclarecimento importante a meu ver. Mas, pelo contrário, limita-se a condenar a Justiça, a lançar títulos sencionalistas, a contar metade das histórias, a não explicar aquilo que deveria ser explicado. Por tudo isto a minha opinião só pode ser negativa.
E já agora antes de criticarem a torto e a direito, sei que pode custar mas tentem primeiro ler as sentenças em questão em vez de comentarem os casos de boca cheia!