terça-feira, junho 26, 2007

O plano da fuga enfim revelado



E pronto, cabe-me a mim a honra e o incontido orgulho de comunicar a um país (gosto de pensar que Portugal inteiro está a ler-me neste instante) que na próxima Sexta-feira, dia 29 de Junho, eu, Fernando Alvim, cidadão 102 44 230 segundo o arquivo nacional de Lisboa, irei fazer uma festa como há muito não havia memória.

É Sexta-feira – já o havia dito – e há que não chegar muito tarde porque a ordem de fecho é às 04.00 e convém não abusar. Na festa sim, podem e devem, abusem do espaço, do ambiente manifestamente disco sound, contem com uma aparição especial de uma banda de covers dos lendários e casposos ABBA, de fruta (pessoal do apito dourado, isto é mesmo fruta!), de animação (mesmo, mesmo KGB com fartura para antecipar a ressaca), Piruletas e a música com o famoso e internacional dj Paul Milk (bem na verdade, o nome dele é Paulo Leite, mas confessem, assim dá uma ar muito mais grandioso, é ou não é?)

Pois claro que sim mas o que importa agora é dizer isto: A festa começa ás 22.30 e só acaba às 4, o bar é aberto, os anfitriões serão Fernando Alvim (que sou eu e falo à Jardel) e Bibá Pita em mais uma noite Para Além do Óbvio. O local é maravilhoso e fácil de encontrar. Tem um amplo parque de estacionamento e faz lembrar uma daquelas casas do Douro que um dia foram habitadas pela alta burguesia e depois abandonadas e espoliadas por bandidos sem nome. A casa, neste caso, a Quinta, é muito singular e merece só por isso a vossa presença com a vossa melhor camisa ou o vosso mais deslumbrante vestido. Para isso, para irem à festa, terão apenas que enviar um email para: lmd.ferreira@gmail.com com o vosso nome e número de B.I ou caso queiram alguma informação adicional liguem para: 96 881 73 37 e falem com Miguel Ferreira. Podem levar amigas ou amigos. Expliquem-lhes que isto não vai ser uma festa qualquer.

O local é na Quinta do Torneiro em Paço D'Arcos em frente à Quinta da Fonte, em frente ao Holmes Place - irão perceber logo, porque existirão pessoas a assinalar o local deste grande acontecimento. O Bar é aberto, a música será ao mais alto nível. É às 22.30. Até já!

2 comentários:

Anónimo disse...

É possível gostar de uma pessoa do sexo oposto sendo homosexual? ou seja a homossexualidade pode ser vista só pela a parte "carnal" ou tem de haver a parte sentimental e física.

aprenDiz disse...

"arquivo nacional de Lisboa"????