sexta-feira, junho 01, 2007

Dói-me aqui.



A Prova Oral de hoje vai tratar-nos da saúde a todos – pronto, não é bem tratá-la, mas pelo menos falar dela – com a jornalista Cláudia Borges, coordenadora e apresentadora do programa Centro de Saúde.

«Um dos objectivos fundamentais do «Centro de Saúde» é a divulgação de mensagens de prevenção e de consciencialização de factores de risco, modificáveis através da alteração de hábitos de vida e da adesão aos rastreios que permitem a detecção precoce da doença. Por esta razão, muitos dos temas seleccionados são problemas de Saúde Pública.»

Pois é hábitos, benditos e malditos hábitos: como têm passado as mensagens de prevenção da saúde por esse Portugal afora?; e qual a fronteira entre a informação para a prevenção e a invasão da liberdade de escolha das pessoas – assunto que, com as campanhas antitabágicas, está agora muito na ordem do dia?

E vocês, preocupam-se com um quotidiano saudável, em comer bem, em fazer exercício, enfim: em ter em conta toda a informação que vos é disponibilizada?; não lhe ligam nenhuma?; ligam, mas não seguem tudo à risca porque há certos «venenos» de que não abdicam?

800 25 33 33 e caixa de comentários do blogue – a partir das 19, com os mui viçosos e saudáveis Fernando Alvim e Marisa Jamaica.

20 comentários:

Tininha disse...

Olá a todos,
no meu caso, preocupo-me bastante em ter hábitos de vida saudável e tento seguir a velha máxima: mente sã em corpo são. Mas como é óbvio e como em tudo na vida, nada de exageros, não sou viciada em ginástica nem dietas, como tal dou as minhas "facadinhas". Não vejo esta opção de vida como algo enfadonho, porque foram hábitos incutidos desde sempre no meu dia-a-dia. Tenho a preocupação de não me "entupir" em químicos e procuro médicos de medicina tradicional que tenham a mesma preocupação. Em relação ao Centro de Saúde da minha área apenas digo que é um "cancro" daqueles bem grandes e mortais, a começar pela recepção e a acabar no meu médico de família, tudo revoltado com o mundo e parece que causamos um estorvo imenso em, simplesmente, aparecer.

Susy disse...

A Saude em Protugal está mal e não se recomenda....
Passamos horas nos hospitais á espera de sermos atendidos...fecham os serviços complementares (quando não fecham mesmo os hospitais). Nos centros de saúde ter médico de familia é um privilégio só concedido a alguns. O INEM responde tardiamente aos pedidos de auxilio. Expliquem-me por favor... se não é de esperar que todos tenhamos medo de adoeçer, de ter uma apendicite.
Não podem esperar uma evolução do pais se uma das nossas bases não é suficientemente resistente. Sem um bom sistema de saúde não se consegue ir mais além.... O que eu lamento apenas é que quem de direito que decide encerrar hospitais, centros de saude etc.... não deve certamente de rocorrer a este tipo de serviço público uma vez que pode utilizar o provado... não conhecem a realidade do próprio pais...

Gueira disse...

Olá Alvim & Cª,

Antes de mais saúdo-vos pelo excelente programa, aconselhado por qq especialista para uma boa saúde mental e consequentemente boa saúde fisica.
Eu cá preocupo-me imenso com uma boa alimentação e exercício fisico, principalmente depois de um Inverno desastroso no qual contribui para o aparecimento dos malditos "papos" nas minhas coxas... mas sem brincadeira e sem ser extremista tento fazer uma alimentação saudavél e exercicio fisico.
Campanhas anti são precisas e muitas...já dizia o ditado "água mole em pedra dura tanto bate até que fura".
Centro de Saúde... não uso...mas para quem usa é importante que estes tenham boas campanhas de prevenção, muitas vezes é o unico meio de conscencializar determinado extracto da população para certos perigos para a saúde.
Fiquem bem
Gueira

Anónimo disse...

Anoka Diz-vos:

Sáude em Portugal, bom tema, excelente escolha!

Para quem mora no interior norte do país (próximo de Vila Real)e vê maternidades e centros de saúde encerrarem e onde para se chegar ao hospital mais próximo se fazem viagens de 20km e mais, só vos posso dizer que estamos mal.
Morremos a caminho do médico.
Só gostava era que o sr ministro viesse para cá de férias e lhe desse um trecozinho uma noite e dps visse k afinal percorrer os 20 ou 30km para ter assistência médica custa. Bem, mas neste caso vinha logo o jacto buscá-lo só pk era alguém importante.

O país está de rastos não só na saúde como em td.

Bjs e não estejam doentes

Anónimo disse...

Vou começar por dar os parabéns à Claúdia pelo excelente programa de serviço Público... é sempre de salutar a criação deste tipo de programas para a divulgação/sensabilização de muitas campanhas de prevenção.

Quanto à saúde dos Portugueses, não é das melhores, mas tambem não deve ser das piores, e ao nivel de investigação ainda somos bem cotados (de vez em qd há uns cranios que descobrem umas coisas úteis para a saúde).

Um grande abraço e beijinhos

Gil

P.S. Só mais uma coisa, o pessoal das camâras Municipais deve ter cuidado com as arvores que plantam nas cidades por causa das Alergias... em Lisboa esta Primavera esta a ser um Caos para as minhas alergias, muitos alérgenos no ar...

Axpegix disse...

Viva o Dótor Maison!!

(também conhecido por House)

Rui Cubano disse...

Definitivamente, este mundo ficou uma maricada... soltaram a mulherada que perfaz uns 60% de votos baseados na beleza do candidato e com alguns dos nossos que passaram para o inimigo a que junto outros que se depilam a laser e insistem que estão connosco; temos uma sociedade 80% a pensar feminino... será bom? O homem esqueceu-se que é efémero, agora prefere arrastar-se até aos 100 e passar os finais 40 anos da sua vida a fazer figuras tristes na cama, com a mulher a sonhar com jovens com pelinha de pêssego, e ainda por cima, hoje em dia, toda a gente sabe da Andro-miséria e não vale a pena disfarçar como faziam dantes! Tóca mas é a fumar e criar uma barriga que diga a toda a gente "sim, estou bem com a minha má kéka anual!". Sexo não é tudo? pensem lá bem...

Um pedacinho de mim... disse...

Boa tarde a todos. Bom tema este. Falemos então (hoje muito rapidamente) de saúde…

Pois bem, estou ligada à área da saúde e como tal, lido muito com pessoas…doentes e não doentes...Pelo feedback que recebo delas e claro pelo que vejo, acho que as campanhas de consciencialização (a propósito, agora há para tudo…para as doenças cardiovasculares, para a sida, para os acidentes vasculares cerebrais, para os diabetes, para o cancro do pulmão, mama, útero…) têm surtido alguns efeitos. Cada vez mais as pessoas ganham consciência dos riscos que correm mantendo determinados hábitos alimentares…O que se passa é que muitas delas fingem “não ligar” ou puro e simplesmente, não querem abdicar dos seus vícios.

Veja-se o exemplo do tabaco. Conheço imensa gente que neste momento está a tentar deixar de fumar…Imensas pessoas ligadas à área da saúde e que como tal, sabem o risco que correm. Contudo, conheço também muita gente que não pensa parar pois… como dizer, “ a vida é curta e é para se viver…Sabes, Alvim, as pessoas estão naquela de seguir a máxima “carpe diem”…Não concordam comigo?

Hoje por aqui me fico…O tempo é escasso…Cuidem-se meninos!

Bom programa, fiquem bem

Anónimo disse...

Boas!
Na minha opinião acho que os portugueses estão cada vez mais sensibilizados em relação aos bons hábitos alimentares e cada vez mais preocupados com o exercicio. Cada vez mais se vê pessoas, jovens e não tão jovens, a fazer as suas caminhadas ao final do dia.
Pessoalmente preocupo-me com a alimentação numa tentativa de escapar ao excesso de peso para o qual tenho tendência. Quanto ao exercicio, não o tenho como prática habitual (não frequento ginásio nem faço as caminhadas)devido á escassez de tempo e não é desculpa! pois trabalho cerca de 10h por dia, passo hora e meia no percuro trabalho-casa por dia, sou mãe de uma menina de 18 meses e tenho uma casa para gerir! No entanto sempre que me restam forças salto á corda durante 15 minutos (e olhem que custa!)
Quanto ao SNS para mim está uma vergonha: familias sem médicos de familia, meses há espera de consultas de especialidade e por intervenções cirurgicas nem se fala!
Quando mudei de cidade optei por não me transferir para o C. Saude da minha área de residência porque iria ficar sem médico de familia e o meu, para além de excelente pessoa, é um óptimo profissional sempre disponível e com boa vontade, coisa que muitas vezes falta aos médicos do serviço público!
Fiquem bem!
Alice

Tiro e queda disse...

Marido e mulher vão ao médico pois o marido tinha sido picado no pénis por uma abelha.
E a mulher diz:
- Senhor doutor tire-lhe a dor mas não lhe tire o inchaço!

Kikas disse...

Como dizem os britânicos... - A Apple a day, keeps the doctor away...!!! O resto vem por acréscimo!! LooL

Marlene disse...

Olá

A saúde é sempre um tema interessante para se falar, e temos sempre dúvidas!

As minhas dúvidas são:

Ouvi falar numa "cura pelo limão", bebe-se o sumo de 1 limão no 1º dia e vai aumentando 1 limão por dia até 6 limões, no 7º dia bebe-se o sumo de 5 limões e vai-se decrescendo o numero de limões (menos 1 por dia) até acabar. Que vos parece? Li que é muito boa!

E, outra coisa, a salada de fruta, faz engordar? Quantas peças de fruta devemos comer por dia?

E a gelatina? É saudável?

Macate disse...

Porque sera que uma grande parte das enfermeiras e advogadas do nosso pais sao tao boas???

Especialmente no Sao Marcos, aquilo ate da vontade de um gajo se auto flagelar pra dar uma olhadela nas enfermarias, esta sempre 1 calor que nao se pode por causa dos pacientes mas as enfermeiras "going commando" e' uma coisa meus amiguinhos por demais, eu vi + que 1ma vez por felicidade minha. Se souberem que o Alvim caiu de moto a culpa nao e minha mas que vale a pena a ida oa Hospital por causa de coisinhas minimas vale e que nao se atrevam a mandar-me pro centro de saude que esta cheio de Coisas velhas e lentas... nao nego, gosto de apreciar um corpo de uma mulher como beber um bom Vinho do Porto, sempre gostei. E tudo culpa do Alvim!!!!!!!!!!!

GoodBu

João Coelho disse...

É fantastico! vivemos numa cultura de doenças, se não vejamos, incutem-nos que devemos ter cuidao com a saúde e dão-nos um milhão de sujestões para sermos saudaveis e cuidarmos da nossa saúde, e nós cuidamo-nos gastamos rios de dinheiro em prevenção de doenças e é ai que a cultura da doença entra, hoje em dia uma pessoa que cuida em demasia a sua saúde e tem grandes cuidados alimentares é considerado doente e porconseguinte tem de ser tratado, vai gastar mais dinheiro e assim entra numa espiral de doenças quer psicoloógicas quer físicas.

Bruno Matos disse...

Feliz Natal!

ahhh feliz natal para ti Alvim, e para as tuas alvinetes, pena que as pessoas só sejam simpáticas umas para as outras nesta altura do ano!

abraço e cuidado com os chocolates..provocam alergias.

margarida disse...

oi..
quanto á saude felizmente a mnha é mto boa,nunca tomei medicamentos nenhuns,nunca me aconteceu nda de grave, n tive no hospital só o meu nascimento é k foi complicado e por causa disso fikei numa cadeira d rodas até hj e foi pk fikei sem oxigenio,mas agr aki tou eu;)!agr é k apanhei uma contispação graças á keima e foi kdo tive ctg alvim!!lol..espero k leiam a mnha msg!!
bjinhos
margaridaveigas
p.s-alvim gostei mt de flr ctg!!

Anónimo disse...

Como diria Jim Rohn, "Depois do primeiro AVC, váis ter uma vida muito saudável, se subreviveres... se!"

Um grande abraço,
Cagil.
www.cagil.net
nutriclube.com/cg

Anónimo disse...

ola a todos... cá est´´a um tema q hoje me interessa mt! infelizmente sou um dos milhres de doentes em Portugal que sofre de alergia aos polens, nomeadamente aos das gramideas e centeio e digo- vos que nesta época não é nada facil andar na rua, hoje por exemplo ja tomei 2 comprimidos Kestine para poder andar sem garndes sofrimentos. deixo aqui o meu testemunho e alertar para alguns ouvintes q no casa de nesta altura tenahm muts espirros comixão nos olhos, tosse seca dores de cabeça no peito, se de facto tiverem esses sintomas procurem ajuda num alergologista por q se não vao parar a uma urgencia no hospital. abraço
carlos teixeira

Macate disse...

Desde quando ser engenheiro e' profissao??? Arquitecto ainda e' nakela mas engenheiro... e' este tipo de coisas que me irrita sobre a cultura Portuguesa, ja trabalhei e trabalho com os maiores especialistas em informatica no Reino Unido e se pergunto a alguem o que fazem dizem que sao informaticos e nao que tem um Degree ou um PHD ou por ai alem... E triste!

Anónimo disse...

COPOS, COPOS, COPOS, COPOS, COPOS, COPOS... É SÓ COPOS, COPOS, COPOS, COPOS.. Alvim @ Queima \o/