sexta-feira, maio 04, 2007

Venham daí esses ossos



«A exposição O Corpo Humano como nunca o viu… - edição portuguesa de “Bodies - The Exhibition” - chega pela primeira vez a Portugal, abrindo as portas ao público já no próximo Sábado, dia 5 de Maio, no Palácio dos Condes do Restelo, no nº 42 da Rua da Escola Politécnica. Depois de já ter passado por cidades como Nova Iorque, Washington, Amesterdão, S. Paulo, Londres, Miami, Seattle, Las Vegas e Durham, onde mais de 3 milhões de pessoas tiveram oportunidade de ficar a conhecer tudo sobre a anatomia humana, é a vez de Lisboa receber esta famosa exposição.

Com um objectivo pedagógico e social, O Corpo Humano como nunca o viu… mostra o corpo humano através de espécimes reais preservados através de um processo inovador de polimerização. Desta forma, é possível mostrar detalhadamente a fisionomia do corpo humano, dos seus sistemas e órgãos, como nunca foram vistos pela maioria das pessoas.

Destinado a pessoas de todas as idades, O Corpo Humano como nunca o viu… mostra o corpo humano tal como ele é em todas as suas dimensões, permitindo, dessa forma, que as pessoas se consciencializem sobre o seu próprio corpo e o respeitem, potenciando a adopção de estilos de vida mais saudáveis e uma melhoria da sua qualidade de vida.

No total, vão estar patentes 17 corpos humanos e 250 fragmentos e órgãos organizados por 9 galerias temáticas: Esqueleto, Sistema Muscular, Sistema Nervoso, Sistema Respiratório, Sistema Digestivo, Sistema Urinário, Sistema Circulatório, Sistema Reprodutor e O Corpo Tratado.

Segundo declarações do Dr. Roy Glover, Presidente do Conselho Médico e Científico Internacional, “esta exposição trata da vida. Foi projectada, não só para ajudar os nossos visitantes a entenderem melhor o funcionamento do seu corpo, como também para lhes fornecer informações e encorajá-los a considerar melhores estilos de vida e hábitos mais saudáveis.”

O Presidente da Comissão Científica Nacional, Professor Doutor Francisco José de Castro e Sousa considera que “esta exposição exibe corpos humanos reais com um elevado rigor científico e total dignidade, permitindo revelar a complexidade e a beleza intrínsecas a todos nós. Enquanto cirurgião, acompanho todos os dias casos de doenças que são consequência de comportamentos pouco saudáveis. Acredito que esta exposição contribua para sensibilizar positivamente as pessoas, levando-as a alterar esses comportamentos.”»

É pois do nosso corpinho que vamos falar hoje, com a presença de José Cardoso, organizador da exposição O Corpo Humano como nunca o viu… que embora o intuito educacional da coisa, está a causar alguma polémica por os modelos utilizados serem de cadáveres reais - polémica essa a que o próprio José Cardoso já respondeu, dizendo que «Se é chocante, nós somos chocantes. Porque o que estamos a mostrar aqui somos nós próprios».

E enquanto pensam nos comentários geniais e nas perguntas espirituosas a fazer, via 800 25 33 33 ou caixa de comentários do blogue, tomem lá uma série de pequenas grandes curiosidades:

Sabia que…
Um ser humano perde em média 40 a 100 fios de cabelo por dia.
Um espirro pode ultrapassar os 160 quilómetros por hora.
Cada vez que lambemos um selo, consumimos um décimo de uma caloria.
Os ossos do esqueleto juntam-se em mais de 100 articulações, dando ao corpo uma mobilidade notável.
A forma convexa e a camada interna esponjosa dos nossos ossos cranianos criam uma protecção para o cérebro.
Os bebés têm 300 ossos; os adultos têm 206.
O cóccix, na base da nossa espinha, é tudo o que nos resta das caudas dos nossos antepassados.
Os ossos das crianças crescem mais rapidamente durante a Primavera.
O tecido Muscular cardíaco contrai para fazer bater o coração.
A língua é composta por 16 músculos individuais.
Os músculos do coração criam pressão suficiente para esguichar sangue a mais de 9 metros.
Os mais pequenos músculos do corpo encontram-se nas orelhas.
Os músculos produzem calor para manter a temperatura corporal.
Os cérebros das raparigas constituem 2,5 por cento do peso corporal. Os cérebros dos rapazes constituem 2 por cento.
Cada neurónio tem muitas dentrites, ou ramificações, que o ligam a milhares de outros neurónios.
O coração é um músculo com duas câmaras que bombeia o sangue para todas as zonas do corpo.
Existem 96 mil quilómetros de vasos sanguíneos no corpo humano.
Quando chegamos aos 70 anos, já respirámos pelo menos 600 milhões de vezes.
Em média, um maço de cigarros retira-lhe duas horas e vinte minutos de vida.
As papilas são os altos na língua que contêm as papilas gustativas.
O aparelho digestivo desfaz a comida que ingerimos e converte-a nos nutrientes que utilizamos como combustível.
O espermatozóide masculino é a célula mais pequena do corpo; o óvulo feminino é a maior.
Os rins filtram as impurezas do sangue a uma taxa de cerca de 57 litros por hora.
O coração de um embrião começa a bater durante a terceira semana.


A partir da 19, com Fernando Alvim e Marisa Jamaica, em corpo e alma.

27 comentários:

Anónimo disse...

Será que espirrar muito apanho multa por excesso de velocidade??
:P:P:P

João Silva disse...

A base para o conhecimento consiste em conhecer-se a si mesmo e depois ao mundo que o rodeia...

Eis uma pergunta para a lista: Que dádiva é esta de irritar as pessoas estalando os ossos? Como funciona?

Dulce disse...

Até Setembro, vou ganhar coragem para passar por lá, não por uma questão de ver corpos humanos retalhados, mas no espírito de ver como somos por dentro.
A minha dúvida é se esta exposição tem alguma coisa a ver com o anatomista alemão Gunther Von Hagens, também conhecido pelo Dr. Morte.
Em caso negativo a técnica utilizada é a mesma que dele?
Em caso afirmativo porque é que não se houve falar do nome dele em relação á exposição? Será por ele ter uma imagem já muito negativa, nomeadamente em relação á aquisição dos corpos utilizados?

O Invencível Homem do Talho disse...

O processo de "embalsamização" é deveras interessante.Gostava de que o comentassem em detalhe, como se processam as diferentes fases. Julgo ter muito interesse e ser um assunto grotesco, daqueles que tanto apaixona a massa anónima. Deêm exemplos pois diferentes partes do corpo devem ter etapas diferentes de "limpeza". Descubram o mistério das carnes: a poesia do músculo e a nobreza das miudezas. SEJAM GRÁFICOS!!! (Enquanto isso eu mudo para a Bola Branca e vou para casa ultrapassando os que param para "apanhar ar"...façam isso, por mim...vá lá.

kikas disse...

A exposição..., bem... arrepiante, axo que não há outra palavra mais indicada!

Arturinho disse...

O nosso corpinho... Que mal cuidamops dele... Não é verdade Alvim??? Mas será que ver corpos retalhados vai consciencializar alguém para ter uma vida mais saudável???? Ao ver o corpo humano dessa forma, sem tabús, será que não terá o efeito contrário, a banalização do mesmo? Será que as pessoas comuns se interessam realmente ou percebem algo da complexidade do corpo humano? Penso que esta exposição será principalmente procurada por pessoas ligadas, sobretudo, à medicina e por outro lado às artes (artistas, esses malucos ) e que o mais comum dos mortais até terá algum "medo" de ir lá dar uma espreitadela... Mas como diz José cardoso se mete medo, nos próprios metemos medo... por falar em meter medo... Alguém já viu o Alvim depois de ma noitada às 8 da manhã ?????? Lol.

KataKlis-má disse...

Alvim serias capaz de entregar o teu corpinho pra uma coisa destas??? Eu seria a primeira a comprar bilhete para te ver ao pormenor... Lol!!!

Anónimo disse...

Boas a todos

Realmente isto é qualquer coisa de fenomenal..quando conseguimos expor assim uma coisa tao preciosa como o corpo humano, como todos nos somos..brancos,negros,chineses,etc..axo admiravel o trabalhos destes cientistas que conseguiram nos mostrar em plenitude o nosso corpo..agora se realmente é consensual..nao ..nao axo k seja..é deveras controverso..mas todas as grandes coisas sao!

Paulo disse...

A exposiçao e ate quando? e podemos tirar fotografias nessa exposiçao?

Joana disse...

Tive em Amesterdão em Fevereiro à porta do recito desta exposição, mas com muita pena, não a vi, muito também pelo facto de o preço de entrada ser, na minha opinião, um pouco elevado (cerca de 25€). Acredito que o preço valesse a pena mas já estava no final da minha viagem e o orçamento já não permitia.

Sofia disse...

Boa tarde:

Sou estudante de medicina e as aulas de anatomia já vao longe (e não se pode dizer k fossem as minhas preferidas)...mas sem duvida que esta exposição atrai e muito a minha atenção!
Será que ela virá ao porto? Eu gostava!

Acho que é uma exposição be interessante para todos e não me parece nada impressionante,pelo menos se comparado com o que vi na anatomia, em que a tecnica de conservação dos corpos era outra! estes corpos parecem de cera...não de carne e osso! O que só pode ser bom! Torna as coisas muito mais bonitas!

Bom fim de semana e vejam lá se trazem a exposição ao Porto!

Paulo disse...

OH ALVIM PERGUNTA AI SE SE PODE OU N LEVAR MAKINA FOTOGRAFICA PA EXPOSIÇAO PA TIRAR FOTOS
va k se perguntares eu doute uma prenda

Marlene disse...

Olá

Vivo na ilha das Flores e espero vir a morrer aqui, como faço para que venham buscar o meu corpo cá?

Miguel Santos disse...

Ola Alvim e Marisa, esta exposição parece interessante, mas tenho uma questão a fazer. Onde e como é que encontraram estes corpos ?

Toasted disse...

Grande exposição!!! é uma forma do público em geral ter contacto com a complexidade e perfeição da máquina humana, sim porque somos uma máquina e não deve haver no mundo algo tão complexo e tão misterioso como o corpo humano...

Toasted disse...

Grande exposição!!! é uma forma do público em geral ter contacto com a complexidade e perfeição da máquina humana, sim porque somos uma máquina e não deve haver no mundo algo tão complexo e tão misterioso como o corpo humano...

Fernando disse...

Ola Marisa e Alvim, gostava de saber se estao lá os orgaos reprodutores masculino e feminino? E se se conseguem ver estes orgaos por dentro.

Fiquem bem

Anónimo disse...

sendo os corpos doados concordo com a exposiçao agora quando me dizem k alguns deles sao de pessoas k nao foram "reclamadas"...?
o facto de nao serem "reclamadas" da o direito aos outros de decidir sobre o destino dessas pessoas? isso axo abusivo. quanto as autorizacoes de doaçao axo muito bem k so tenha k assinar kem ker doar pq o contrario seria descabido pelo menos para estes fins...

O Devorador disse...

Pode-se comer na exposição??

O Devorador disse...

Pode-se comer na exposição??

veronica disse...

abre e fecha a k horas a exprosição?

Um pedacinho de mim... disse...

ola alvim, marisa e convidado...
Primeiro que tudo, Alvim o benfica n tem fisioterapeuta, tem enfermeiro...:)
Mas falemos do tema...Estou ansiosa para ir ver esta exposiçao... Espero dar um saltinho a lisboa ate a setembro...
acho a iniciativa excelente. todos deveriam ir ver. Acima de tudo esta exposicao serve para consciencilizar...e as pessoas bem precisam..A maioria trata muito mal o seu corpo...

Sou fisioterapeuta e durante o curso tive oportunidade de assistir a algumas intervencoes cirurgicas...até a uma autopsia..Ja vi muitos livros de anatomia, muitos cds..muito musculo...muito osso...:) Ainda assim acho k valerá a pena..

Beijinhos

Sofia disse...

ola outra vez...
Já não se ficam horas ha espera do delegado de saude com o corpo no local....agora o inem confirma o obito e o corpo pode iemdiatamente ser levado....n tem de lá ficar...
vai para o instituto de medicina legal e dp o juiz decide se ha autopsia ou se não é preciso e o corp é entregue a familia!
Ja não é preciso delegado de saude no local!

marlene disse...

A que ilha??????

Ba disse...

Há coisas muito interessantes espalhadas pelos museus de Anatomia das nossas ilustres faculdades de medicina, nomeadamente o da Faculdade de Medicina do Hospital de S.João, bem como o museu de história da Medicina na mesma faculdade. A visita a esta exposição consolidará os conhecimentos já adquiridos, para alguns, e despertará a curiosidade e o interesse por saber mais sobre o nosso corpo, no qual a dita "alma" de que todos falam e que a muitos confunde, habita! Acho que todos devem ir, é importante ter consciencia da fabulosa máquina qu é o ser humano e ao mesmo tempo percepcionar a nossa fragilidade. Não se deixem impressionar pelos "horrores" nunca experimentados, nós somos assim.

BA disse...

Caro anónimo, permite-me que discorde da tua opinião. A lei em Portugal mudou, e actualmenre os corpos não reclamados, contrariamente ao que sucedia, não são entregues para estudo, e são colocados numa vala comum ou mesmo cremados. E neste caso, quem decidiu por eles? Será que queriam ser cremados? Colocados em vala comum? Como poderão conhecer os nossos futuros médicos o corpo humano se não tiverem contacto com a realidade?! Todos os dias me deparo com a escassez de corpos como objecto de estudo quando tento estudar as minhas aulas, felizmente ainda há quem doe corpos. Um exemplo que seguirei.

"Amoras com Adoçante" disse...

Porque o ser Humano e um bicho raro e difícil de compreender, acho que esta exposição poderá ajudar muita gente como eu, ou seja, gente que ainda não compreendeu aquilo em que o Fernando Santos pensa quando põe o Beto a jogar. Talvez lá nos expliquem como funciona a mecânica cognitiva de uma pessoa que sofra de limitações ao nível do forro mental, como o senhor engenheiro do penta(será que é mesmo engenheiro?...) deve sofrer.