segunda-feira, novembro 12, 2007

Chapéus há muitos



Contaram-nos que os chapéus não serviam só como adereço estético – embora já pouco habitual –, para esconder a calvície vergonhosa da meia-idade, ou humilhar guarda-redes; mas que também podiam ser usados para estimular o pensamento. E parece inclusive que há um nome para essa técnica: Six Thinking Hats, que foi desenvolvido por um tal de Edward de Bono. Ora, quisemos saber mais sobre o assunto e convidámos Joana Sousa para vir cá esclarecer-nos, ela que é «formadora certificada na técnica Six Thinking Hats®, pelo de Bono Thinking SystemTM» – sim, com estes salamaleques todos. Diz-nos Joana Sousa que «há seis chapéus, cada um com a sua cor, cada um com a sua função... que podemos utilizar isolada ou sequencialmente». E mais: «utilizada em variadíssimas empresas, a técnica Six Thinking Hats vê reconhecida a sua eficácia a diferentes níveis, desde a simples condução de reunião, ao atendimento, às vendas e negociação, à identificação das competências. De modo diferente, tem vindo a ser utilizada no âmbito da educação, como uma técnica que pode ajudar os mais novos a pensar, a explorar o pensamento, estimulando a criatividade. Ensine os seus filhos a pensar, é a proposta de Edward de Bono».

Pois é, sempre desconfiei que o chapéu do Sherlock Holmes não era inocente. Nem a boina do Luís Filipe Borges. Nem o capacete do Darth Vader. Nem a pluma do Dartacão. E vocês, como se relacionam com os vossos chapéus?, que pensamentos vos inspiram eles, para além do típico (no caso do gorro das manhãs de geada) «está um frio do caraças»?

Perguntas e comentários para o 800 25 33 33 e caixa de mensagens do blogue. A partir das 19, com Fernando Alvim e Marisa Jamaica.

21 comentários:

Beta dos Calções disse...

Oi...E o clássico chapeu pensador do Prof Pardal? O de Bono terá "bebido" dessa influência?

kikas disse...

Já agora... os exclusivos e inúmeros chapéus da rainha de Inglaterra fazem parte dessa técnica???

Anónimo disse...

é q inventam com cada coisa... um chapéu desses dava jeito p mim, q estou em fim de curso. Há qq coisa p estudar química?...

abraço e beijinhos p tds

Joao disse...

ola Marisa e Alvim
Boa noite Prova Oral.
Bem ! essa que o chapéu não esta na moda nao é bem verdade . É que este fim semana estive na Feira da Golegã e o que se vendia mais por lá depois da Agua pé e da cerveija ,era o belo do chapelinho de todos os tipos.
Mas as teorias que a vossa convidada defende, desconheço, apesar de admitir que o chapeu transmite algo de quem o utiliza, quer pelo, genero/cor ou ocasião em que é utilizado.
bjs e abraços.

Cingab disse...

O grande problema são os barretes

Anónimo disse...

Oi Alvim. Este tema parece-me um pouco pobre por isso envio-te algumas propostas de temas para os próximos dias.
Tema 1:Sexo
Tema 2:O 6-1 do Benfica
lol

Anónimo disse...

Alvim só dizes "pecados", 6 em 15 segundos.


http://pftv.sapo.pt/17/32/?v=5et2S4YdGlnrSzqOriiC

akma disse...

o espiritismo chegou aos bonés...

Mr Lost disse...

Boas Alvim, boas Jamaica!
Uma questão:
Six Thinking Hats é uma espécie de Brianstorming???

Marlene Além disse...

Sinceramente esta ideia é mais que bizarra... mais que irreal.. é pura ficção!! Mas será possível que as pessoas já não têm mais nada que inventar para ganhar 2 ou 3 tostões??

Pensava eu que o pensamento era algo "interno" e não de acordo com a cor do chapeuzinho...

Só vejo uma situação em que a dita boina possa ajudar: Na Siberia, com o frio que esta qualquer pensamento gela e o "fio à meada" perde-se...

Alvim, se puderes pergunta aí a Joana o seguinte:
Einstein era calvo e no entanto tinha um pensamento fora de serie... se tivesse um chapeuzinho será que ganharia mais 2 ou tres Nobel? Humm

PS: Ainda bem que Newton nao usava chapeu, caso contrario ninguem saberia o que era a "Gravidade" pois a maçã caia no chapeu e não na nuca...

:D

Beijnhos!

Marlene

Anónimo disse...

Alvim agora que falas em gripe lembrei-me o teu médico não era o Ferreira Diniz o do caso Casa Pia? Eu lembro-me de o ver no CC e tenho ideia que disseste que era o teu médico...
Desculpa ser offtopic mas foi um flash back

Mr Lost disse...

OK não é Brianstorming! Mas são as pessoas que efectuam o Brianstorming!

akma disse...

oi? oi?
alguém a falar do einstein, é sempre a mesma coisa falam do que não sabem.

Mr Lost disse...

Os gestores que são formados nas nossas universidades, tem cadeiras como:
Gestão de Base de Jogos;
Gestão de Cartas Nacionais;
Gestão de Jogos de Cartas;
Gestão de Bolas no Buraco lateral;
Gestão da Casa da Luz Vermelha;
entre as outras Gestões como Finaceira, Marketing, Recursos Humanos, Logisticas, Estratégica, entre outras...
LOL

Anónimo disse...

Perdão Akma... es muito sabio(a)

Marlene

jackim disse...

Boa noite Alvim e Marisa e boa noite especial para a convidada Joana

O livro chama-se " PORQUE É QUE OS HOMENS NUNCA OUVEM NADA E AS MULHERES NÃO SABEM LER OS MAPAS DE ESTRADA"

relativamente ao tema eu sou um chapeu verde, não só por ser do Sporting mas também por me considerar um criativo.

beijos e abraços

Rui Cubano disse...

É verdade, os homens têm uma organização desorganizada em casa. Debaixo duma peuga velha q usamos pa tapar os olhos na ressaca, podem estar papéis q nos deixam tranquilos por terem um dia ficado num lugar acessível e que podemos tocar todos os dias com os pés ou joelhos de uma visita... até que uma mulher nos entra em casa e espalha as suas bandeirinhas de lycra, civiliza o espaço e é o caos da limpeza... o fim do primata... e é o fim da organização da gruta.

JoanaRSSousa disse...

Olá a todos!
Qualquer questão que não viram respondida, enviem para o meu e-mail

joanarssousa@gmail.com

chapéus há muitos! :)

Anónimo disse...

Certamente de grande utilidade para lhe tapar a careca que não tarda a revelar-se... O tratamento capilar já está a produzir efeitos...? Em termos mentais já se nota...

Cumprimentos

eureekka disse...

Olá a todos!

Não se esqueçam, tentem não categorizar as pessoas com um tipo de pensamento. Vocês podem sentir-se mais confortáveis a utilizar um modo de pensamento (chapéu), mas a arte desta técnica é que possamos ser competentes nos vários modos de pensamento (chapéus). É nessa altura que o nosso pensamento se torna eficaz.

Concordas Joana? :)

Crsitina Marques da Silva
www.eureekka.com

JoanaRSSousa disse...

Olá Cristina!
Cada chapéu, uma cor, uma função, uma linha de pensamento... oportunidades para «treinarmos» diferentes competências!

:)