quarta-feira, abril 11, 2007

Manequins, Agências & Companhia



As temperaturas parecem enfim fazer justiça à Primavera, depois de termos andado estas semaninha a «rapar um frio do caraças», como diria o meu vizinho mecânico de motorizadas (não é bem «caraças» a expressão que ele usa, mas agora não me lembro exactamente qual é) - está pois na hora de dar descanso aos casacos, abrir o guarda-fatos e exclamar, enquanto se olha para os quarenta pares de calças e cento e as vinte e cinco t-shirts: «não tenho nada para vestir».

Por isso, vamos hoje falar de roupinhas; quer dizer, nem é bem de roupinhas, mas de moda, de uma maneira mais abrangente; ou por outra, falaremos de «Manequins, Agências & Companhia», livro editado pela Campo das Letras), cuja autora, Alexandra Macedo, estará hoje connosco.

Sobre o livro: «O principal objectivo deste livro é o de servir de orientação para quem agora pretende iniciar a sua carreira no mundo da moda. É de facto muito importante que os jovens saibam bem aquilo que, para além do sonho que muitas vezes ingenuamente acalentam, constitui a realidade de um mundo que, como todos os outros, tem inúmeros encantos mas também dificuldades específicas. Também por isso pretendo deixar aqui o meu testemunho da experiência que vivi neste meio. Parece-me muito importante descrever, ainda que brevemente, a evolução que a moda em geral viveu em Portugal, evolução a que eu assisti e em que, sobretudo, tive o privilégio de participar. De facto, acompanhei todo esse processo de crescimento, não como espectadora, mas com uma participação real e activa.»

Via 800 25 33 33 ou caixa de comentários do blogue para tudo o que deve saber para iniciar uma carreira no mundo da Moda e Publicidade em Portugal; as mulheres e os homens que mais se destacaram; as histórias dos profissionais que determinaram a evolução desta área; as situações divertidas vividas na primeira pessoa e por aí adiante.

A partir das 19. Hoje, imaginem, com Fernando Alvim e Sílvia Batista.

Amanhã, programa dedicado ao prodígio da voz, com o Professor Mário Andrea.

21 comentários:

Anónimo disse...

Abro o armário e não tenho MESMO nada para vestir. Os quilitos a mais que ganhei no último ano ditaram o destino de quase todas as minhas calças.
O bom da história é que vou ter que comprar roupa nova :-)

Beijinhos e muitos parabéns pelo programa - sempre educativo ;-)

Marisa Leandro

Anónimo disse...

E LLoret, Alvim?? Podias fazer um programa sobre toda a ramboia k s paxou la... LLoret 2007 ;););)

João Silva disse...

A moda é possivelmente a melhor prova de consumismo, o facto de muito pessoal gastar as suas mesadas em inteiro em roupa é no minimo, vá um bocadinho estúpido.

Eu ainda estou para ver na praia de Miramar uma rapariga com o bikini em ouro k a Fátima Lopes desenhou... É...

Lloret é um bom tema...
Mas 2006 é melhor porke estive lá.

Anónimo disse...

QUE MÚSICA É ESSA COM QUE ESTÁS A ABRIR A PROVA ORAL, ALVIM? DIZ LÁ, DIZ LÁ!

xAVIER

fGimbra disse...

Q grande música escolheram para abrir hoje! Parabéns!

Anónimo disse...

a musica é da Nina Simone senão estou em erro

Anónimo disse...

boas! ;)
acerca das mulheres e das que se produzem mais que as outras... é incrível a quantidade de miúdas (mesmo!, 14, 15, 16 anos...) que se vêm nas discotecas e se produzem muito mais que as mais velhas! acho que a culpa também é muito da moda e das roupas que se usam/fazem/vendem agora, mas... muita atenção rapazes!, peçam sempre o BI antes de se meterem com elas! não convém muito ir parar à choldra por causa de uma pita armada em grande.

lol disse...

isso do scouting pode se dizer que sou muito experiente...sempre a procura de meninas com boa aparência para desfilar na grande passerelle que é o meu quarto;)

Anónimo disse...

mas alguém sabe o nome da musica???

tu sabes alvin se poderes escrever aqui agardecia pq já não estou a ouvir a emisão

merci

margarida disse...

oii...eu sou viciada em compras nao posso ter dinheiro na mao k vou logo gasta-lo e a maior parte das vezes é em roupa..adoro compras..bjs

alvim ve se respondes aos mailss..

vmc_correa disse...

Nina Simone - Sinnerman

Anónimo disse...

bonita=burra? também se fala de bonita=perigosa...

Anónimo disse...

Alvim, eu sou homem e penso no que vou vestir no dia seguinte...
Assim é algum tempo que poupo de manha pra me preocupar com isso.


Tiago.

Arcebispo de Cantuaria disse...

O homem português, e falo por mim, já está muito à frente do Metrosexual.

Bem medidinho, à cintura, no mínimo, Metro-e-meió-sexual

João Silva disse...

Pergunta retórica:Os modelos masculinos são gays? Se sim porque é que não namoram com jogadores de futebol?

TcoUpLoad disse...

Na altura em que os manequins fazem desfiles em roupa interior é mesmo verdade que o cachê sobe? mas é menos roupa deviam receber menos... ou nessa altura estão a pagar o desfile da roupa e do manequim que depois disso pode mudar de profissao!!???

Príncipe das Beiras disse...

Alvim, duas notas:

1.º - Um homem escolher a roupa do dia seguinte antes de se deitar, significa apenas que não têm a mesma vida que tu. Ou seja, tem de se levantar cedo e não têm tempo de manhã para encontar a roupa. Evidentemente se nos levantássemos lá para as 10:30 - 11:00 para trablhar às 19:00 tudo seria diferente.

2.º - Os metrossexuais são homens com muita aceitação porque, como toda a gente, são homens que têm um sexo de pelo menos 1 metro! Eu, por exemplo, sou apenas um 17cmsexual!

Anónimo disse...

Todos nós um dia sonhamos, nem que fosse secretamente, em ser modelos e nem sempre é pelo dinheiro que se possa ganhar mas principalmente pelo reconhecimento de quem nos rodeia.
Na minha opinião não é a moda que está errada mas a cabeça das pessoas. Acho que foram as pessoas que criaram essa fantasia, essa ideia de mundo maravilhoso e os adolescentes como alvo fácil que são, deixam-se levar, e muitas vezes passam uma má imagem da moda. O grande problema da moda, na minha opinião, está no facto de ser um mundo que envolve muitas mulheres. Se as mulheres por natureza já são o pior inimigo umas das outras, não é difícil adivinhar o resultado quando todas elas são bonitas e "magras".
Não sou fanática, nem dou especial atenção à moda mas como qualquer mulher, gosto de me sentir bonita e confortável. Definir o que vou vestir com tanto tempo de antecedência é que não...Sei lá com que disposição vou acordar!
Como em tudo é preciso ter bom senso e encontrar o equilibrio.

Herbívora disse...

Oh Alvim eu sou mulher e a ultima coisa em q eu penso á noite é no q vou vestir no dia seguinte.

Anónimo disse...

alvim, eu sou mulher e só preparo com antecedência o que vou vestir no dia seguinte se nesse dia houver algum acontecimento importante ;)

atento disse...

Muito gosto eu de ouvir a voz da princesa sissi na prova oral....