segunda-feira, abril 02, 2007

As cartas que o amor joga


Billie Holiday numa canção de amor

Joaquim Quintino Aires é Psicólogo Clínico, exercendo nas áreas da Psicoterapia e Neuropsicologia, docente na Universidade Autónoma de Lisboa, comentador televisivo habitual sobre assuntos da sua área em programas tão diversos como o Fátima Lopes (SIC), Especial Informação (TVI), Elas em Marte (SICMulher) e acabou de lançar, pela ASA um livro chamado «O Amor é uma Carta Fechada». A sinopse:

«O Amor é uma Carta Fechada é um livro valioso que o ajudará a identificar os problemas e a questionar o que está a bloquear o amor na sua vida para assim deixar de viver com a dor, angústia e tristeza e perceber a vida amorosa tal como ela é, libertando-se de ilusões e receios. Porque o amor não é uma mera questão de sorte ou azar, mas uma questão do esforço que cada um de nós dedica a tentar alcançá-lo.

O amor é uma força misteriosa e dominadora, com um poder tão forte que é capaz de controlar até os nossos pensamentos e decisões mais importantes. Mas então porque não conseguimos entender de forma clara, o que é o amor? Ou, ainda mais difícil, como se consegue viver o amor? E o que o faz tornar-se algo tão vital como respirar e comer?

Com os anos de prática, o psicólogo Joaquim Quintino Aires extraiu de casos reais os exemplos que se descrevem neste livro para elaborar a lista das 10 regras a cumprir para alcançar um amor feliz. Muitas das questões abordadas são-nos familiares: são ideias preconcebidas, que carregamos inocentemente pela vida fora, mas que podem tornar-se num veneno fatal para a relação à medida que geram expectativas irrealizáveis, que alimentam a intolerância no dia-a-dia do casal, que reforçam o sentimento de que um ou o outro é sempre o culpado, ou ainda que a vergonha de partilhar o íntimo permite que o silêncio vá corroendo pela calada dos dias.»

Antes de mais, gostaríamos de saber a vossa definição de «amor feliz»? Será que ambicionamos todos o mesmo, ou o conceito varia de pessoa para pessoa, de casal para casal?; será o casamento benéfico ao amor ou, em vez disso, o seu carrasco? - ou ainda, por outras palavras, é suposto o amor resistir ao quotidiano partilhado entre dois amantes, com toda aquela procissão de atritos e implicâncias («não lavaste a louça da manhã», «lavei a do jantar, hoje era a tua vez», «vai mas é dar banho ao cão», «não admito que fales assim comigo», «assim como?, fui eu que lhe dei banho a última vez, andou a rebolar na relva e está todo sujo»)?; e serão os dias de hoje, em que, por um lado, somos mais informados e de certa forma mais livres, e, por outro, vivemos numa sociedade mais veloz, em transformação permanente, tantas vezes cultora do efémero, mais propícios ao amor?; como será o amor do século XXI? - uma espécie em vias de extinção?

Perguntas e mais perguntas, para fazerem, para arriscarem respostas e comentários, via 800 25 33 33, a partir das 19, com Fernando Alvim e Rita Amado.

Amanhã vamos descer na liga; descer descer até aos últimos.

46 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde a todos!
Acredito que o Amor pode funcionar como uma arma- uma espécie de Omega3- que nos defende e ajuda a lutar, diariamente, por uma vida mais saudável e feliz.
Só quem ama pode chegar ao topo, sentir-se completo, realizado. E se é um entrave, então não será Amor, talvez obsessão,possessividade, egoísmo.
O «Amor feliz» deve ser livre, baseado no respeito pela individualidade e identidade do outro, por nós próprios. Só amamos verdadeiramente alguém por quem sentimos admiração...
O amor é uma benção!Não é pra quem quer, só pra quem é capaz...;)

beijos pra todos!
Nelly

Miguel F. Carvalho disse...

o blog ficou bem melhor!!!

Sculli disse...

que blog giro!!!

Anónimo disse...

o blog esta bastante apelativo. parabens á prova oral

Joao disse...

Boa noite P.O.
O amor, Foi , é e sera sempre igual.o que muda sao os protagonistas a intensidade,e tempo em que esse amor será vivido.
Há os amores que são como uma droga dura e que a pessoas ficam dependentes do parceiro. São amores Doentios e perigosos.
Um amor normal passa por uma seri de fases de altos e baixos e depende de cada um dos intervenientes e cada casal ira viver em conjunto, tanto tempo qunto aquele que se permitirem estar juntos. Tdas aquelas cenas do quatidiano, que nos levam a discutir por causa da loiça do cão da roupa que está no chao, de quem é que dá banho á criança, etc ,etc, tudo isso é normal e faz parte da relação.

V 4 Viktory disse...

O Amor é fodido , palavras pra quê?

Tou Cá Hoje disse...

UAU!!!!

Sim senhor...

"Ganda Nice..."

Parabéns pelo novo aspecto, (já eram horas de mudar)

Quanto ao amor, existem vários tipos de amor, convém que o conviidado especifique de que tipo fala no livro...

O amor romântico (suponho que é a esse que se refere o autor) nunca deverá ser a base duma relação, mas sim um amor baseado em princípios... Bases e objectivos comuns aos dois. Esse amor não acabará nem no Séc XXII, nem nunca.

Boa noite

Cesário disse...

Amor - Expressão completamente vazia de significado usada apenas por quem "quer porque quer" podendo em raros casos tambem ser usada por quem "se quer armar em bom" ou quem quer fugir as questões. Desculpa normalmente dada para a escolha de par com omissão de criterios ou criterios negligentes. Promesssa de infelicidade feita por quem jura querer a felicidade.

V 4 Viktory disse...

O amor é uma cura , ou uma doença?

Anónimo disse...

Do amor a cama é apenas uma questão de espirito ou de dinheiro...

Abraços berdajado,

http://berdajona.blogspot.com

Borate disse...

Bem, em primeiro lugar cumprimentar o caro apresentador Alvim, que ao que parece teve em alta em Lorett del Mar, o que não me supreendeu nem um bocadinho. Alvim está sempre, sempre em alta e isso não é novidade.
Em segundo lugar quero dizer que o blog está bem mais apelativo.
Por fim queria colocar aquela pergunta que tanto inquieta os homens desde o seu surgimento, a pergunta fulcral, que todos os homens esperam desde há muito, a pergunta que seguramente irá mudar o mundo: Qual o método infalível para engatar uma rapariga de extrema beleza como a Pamela Anderson?

Kasakistan is the great country in the world
US and A

Anónimo disse...

O Amor é um gelado quente,
que se come mal, mas com prazer.
Se esse amor fôr amargo,
Doce é por ele morrer!!!

Tcharan!!!

O Amor será sempre indefinível!

Para que exista sempre Amor, é necessário, segundo a douta opinião do Javárdio, que exista muito humor e sexo à mistura. E isto mesmo quando em idade muito madura, pois o sexo não necessita sêr necessáriamente consumado, basta que o interesse mútuo se mantenha... her... ou não?! Pelo menos quero acreditar que sim, viva o AMOR viva o VIAGRA!!!

WWW.DIVERTE-TE.BLOG.COM

Estranha pessoa esta disse...

Não acredito que se posso falar de amor entre duas pessoas sem antes estarmos conscencializados que o amor só por si já é de uma enorme inconsciência.
Insconsciência porque de um modo ou de outro, castiga um qualquer lado da nossa alma..
Insconsciência porque de um modo ou de outro será sempre um qualquer H2O do nosso cérebro. O que mais tem a força de deixar o nosso cérebro completamente cheio de água?
Sim, amar é uma inconsciência.
É por isso que é tão vital, tão demente, tão verdadeiramente orgástico!

No século XXI?
Bem..... contemporaneamente sinto que o amor é consciente.
O ser humano tende a pensar muito,a recionalizar tudo.. não dá sequer margem de manobra ao cérebro... deste tomar um banho gelado. Tudo tem que ter por base a uma certa coerência, uma certa segurança...
Isso é amor?
Não. São contratos.
...
O amor... o amor é a eterna inconsciência...
O ser humano anda consciente demais, e os que andam inconscientes... tendem a permanecer na inconsciencia mas, com número ímpar.

Filipa - Serra de Montejunto

Um abraço para toda a equipa e convidado.

joão disse...

Uma cartada no divócio.

No Tribunal

O Juiz pergunta ao marido:

- Diga-me, qual é o motivo porque se quer divorciar da sua mulher?

- Ela trata-me como se eu fosse um cão!

- Maltrata-o, bate-lhe?

- Não, quer que lhe seja fiel...

Engenheiro disse...

boa tarde!! Pra mim o amor não é nada mais nada menos como um trocar de olhar e perceber tudo que vai na alma da pessoa amada!

Alvim, lê esta mensagem..
A minha namorada esta a ouvir e eu quero dizer aKI k a amo muito... muitooooooooooo!! ela esta meia aobbrecida comigo

continua assim alvim.. és um gande maluco!!

Engenheiro disse...

O nome da minha amada é a Claudia!!!! ela esta a ouvir a emissao

catarina disse...

ola. boa tarde. Primeiro que tudo parabens pelo programa que é excelente =)

Depois em relaçao ao tema de hoje sinceramente acho que a questão do amor ainda é uma coisa muito banal e que muitas das pessoas (incluido eu) não sabem e se calhar nem irao arranjar uma definição para a palavra amor...
Mas acredito que há amor feliz, e esse é aquele em que duas pessoas se aceitam como são,se amam...



Uma boa tarde para todos =)

Ana Mourato disse...

Olá a todo!

O amor...bom o conceito amor é uma moda nova...

Mas afinal o que é? Para que serve?

Não será uma mera palavra que por um lado serve para rematar discussões (do tipo "Dizes ou fazes isso porque já não me amas, snif snif) e por outro na fase da "Paixão" reafirmar a paixão (na qual os casais passam o dia dizendo um ao outro "amo-te muito"?

Gostaria de uma simples e rápida explicação.

Daniela disse...

Só qd casamos é que temos essas discussões sobre questões pequenas pq só nessa altura partilhamos verdadeiramente tudo. Até lá houve namoro, fasee de cortejamento em que mostramos tudo o que temos de atraente. Não quer dizer que depois de uma discussão sobre quem leva o cao a passear nao possa haver um abraço quente, forte. Para além das discussões há o passar e tocar, o olhar com carinho, as noites de paixao que continuam pela manha fora. Às vezes temos mesmo de fazer um esforço para nos lembrarmos de tudo isto, mas lembramos e olhamos para o outro e com todos os defeitos que teve há 5 minutos atrás parece-nos agora tão perfeito. Isso para mim é o amor, minimizar as discussões e lembrar todas as gargalhadas e beijos.

rochefort disse...

Amor... todos nós nascemos para amar... o amor é uma premissa para viver... quem nao ama deseja morrer...simples!! não? pois, deste ponto de vista parece que sim... mas na verdade o que complica é o facto de ser sensação. Algo que não é racional...algo que não se pode sentir por querer mas algo que mesmo não se querendo pode-se sentir...

Rui Cubano disse...

TOU DOENTE!

Anónimo disse...

4 anos...
Estou em perigo de vida.
Preciso já de uma mulher

Anónimo disse...

O amor é uma companhia

O amor é uma companhia.
Já não sei andar só pelos caminhos,
Porque já não posso andar só.
Um pensamento visível faz-me andar mais depressa
E ver menos, e ao mesmo tempo gostar bem de ir vendo tudo.

Mesmo a ausência dela é uma coisa que está comigo.
E eu gosto tanto dela que não sei como a desejar.
Se a não vejo, imagino-a e sou forte como as árvores altas.
Mas se a vejo tremo, não sei o que é feito do que sinto na ausência dela.

Todo eu sou qualquer força que me abandona.
Toda a realidade olha para mim como um girassol com a cara dela no meio.

Alberto Caeiro

Leiwick disse...

Espero que passem do amor "eros" para os outros tipos... falem do amor, dos diferentes tipos...

AlfmaniaK disse...

O amor, essa "coisa" eterna, confundido por todos para tudo!
Para mim o amor existe sempre. Está em todo o lado. A amizade simples, é uma forma de amor, e o ódio não me parece ser um oposto de amor.

Sobre o amor entre duas pessoas, só pergunto o seguinte:
Porque razão é tão complicado, numa relação amorosa a dois, olhar para o que há de bom? Parece que no amor a dois (casados, namorados, amigos coloridos) o que é mau vem sempre ao de cima mais facilmente que tudo o que é bom: como aquela queca fantástica; aquele beijo mágico; o toque da mão ousada! Porquê?!!

Não é suposto o amor ser claro? Porque somos tão exigentes quando julgamos haver amor onde julgamos dever haver amor?

AlfmaniaK disse...

Já agora, parabéns pelo novo visual. Muito bom o estaminé!

Abraços a quem de abraços é, beijos a quem de beijos é!

Eu o Zé disse...

Tu és é Louco Alvim!
Ganda Maluco!

Ass: ZMaster

miriam portela disse...

ah, teu corpo
oráculo
que profanamente
persegui
com que fé
tantos medos...
ah, teu corpo
tantos veios
arquipélagos
mergulhados em mim.
ah, teu corpo
os teus pelos
os teus vales
que eu minusculamente
percorri.
que vertigens
que prazeres
quantas peles
roubaste de mim?
ah, teu corpo
(eu suspiro)
eu suplico
nunca o arranques
de mim.

Dark Angel disse...

Boa tarde, Alvi, Rita e Sr. Joaquim.
A minha namorada tem 32 anos e eu tenho 24. Namoramos desde 2003 e tenho a dizer que o nosso namoro vai de vento em poupa.
Somos bastante felizes, e apesar de eu estar fora duas vezes(uma em 2004 na Bósnia 6 meses e agora no Kosovo. Cheguei em Março) posso dizer que estamos bastante bem e muito confiantes. Vão ser seis meses em jejum, mas no fundo testa bem a nossa fidelidade.
Já tivemos as nossa discussões, mas nunca pussemos em causa a nossa relação.
Estamos um para o outro e somos bastante felizes.
Um abraço.

Dark Angel disse...

O amor é aceitar os defeitos do outro.

Rui Cubano disse...

Engraçado... pessoas a descreverem o amor em três frasezitas concisas e com uma enorme alegria de viver...

Dark Angel disse...

Parabens Luis Mendes pelo teu trabalho

Miguel disse...

O amorrrrrrrr... não posso falar da minha experiência, pois não é muita..
Nenhuma mesmo...mas para mim o amor deve ser um processo de partilha...de compreensão e de entrega ,pois estamos a partilhar o nosso espaço intimo e emocional com outra..e isso exige uma grande disponibilidade da nossa parte...para mim o amor passa por fazer pequenos sacrifícios pelo outro amar e a aprendermos a amar o outro..na vida são mos ensinados varios conhecimentos técnicos sobre matemática, ciências....,e até sobre a nossa sexualidade... mas nunca nos ensinam a amar...

juanito disse...

so quem disponibilizar a sua mente e a deixar solta podera alcançar este estado, nao se trata de um acontecimento trata se de um objectivo.

tenho dito

Dark Angel disse...

Pois Alvim, eu tb estou a ouvir-te e estou a 3000 e tal km de Portugal... Que pena nao referires a minha distancia e como não perco um programa teu.

Anónimo disse...

Preciso de ajuda!!!!!
URGENTE!!!
Pode o amor resistir a 6 meses de distancia????

bjokas enormes!

AlfmaniaK disse...

Amor e sexo? Proponho separar as águas... amor à distância é perfeitamente possível, sexo à distância é inconcebível, senão vejamos.
Eu vou para longe por seis meses. Quando regressar ainda amo o meu papá e mamã... mas já no sexo, seis meses... é muuuuito capaz! Quando regressar, mato saudades, mas até lá já elas foram bem desbastadas!

Dama Nocturna disse...

Um dia ela amou.
Voou até ao céu e não voltou.
Sonhou com futuros cinematográficos.
Viveu num mundo paralelo.
Acreditou na vida e quis ficar fechada com ele,
para sempre, num quarto sem saída.
Um dia ele saiu... do quarto, do seu coração e da sua vida.
Enviou-a de volta para a terra, sem sonhos e sem futuros ficcionados.
Plantou-lhe dúvidas sobre o amor e a vida...
E ela quis ficar fechada, sozinha, para sempre, num quarto sem saída.
Um dia ela voltará a amar.
Voltará a sonhar.
Voltará a acreditar que o céu é uma tela e que o futuro é dela.
Vai reaprender a acreditar na vida e vai encontrar a saída...

Herbívora disse...

Eu pessoalmente não acredito no amor, pelo menos no eterno, não me parece possivel que exista uma pessoa destinada a outra e a ideia de passar o resto da vida com uma e uma só pessoa dá-me volta ao estômago.
Namorar é bom sim senhor sabendo que se um dia acabar não vão haver advogados e tribunais metidos no meio.

AlfmaniaK disse...

Qual é a diferença entre o conceito de amor divulgado por um tal de Jesus Cristo e o conceito de amor defendido pela psicologia de hoje?

Se é o mesmo... então não percebo nada!

Anónimo disse...

eu só comecei a fazer sexo aos 28! porque realmente nunca amei antes... agora sou saudável... mínimo 3 vezes por semana!

Tuga disse...

Então e que tal falarem sobre aquela sensação estranha que todos os homens já tiveram logo a seguir ao orgasmo: "Já acabou... O que é que eu estou aqui a fazer. Não vejo a hora de me pirar."

Comparo este sentimento à fome. Quando estamos esfomeados enchemos o prato e comemos até não poder mais. No final não acreditamos como comemos tanto e nem sequer conseguimos ver comida à frente.

Depois há também a vertente do Homem perder o interesse na mulher depois do acto sexual.

O amor é algo que pode ser completamente dissociado do acto sexual.
Sexo é uma necessidade animal.
Amor uma contrução pessoal e consciente.
Paixão é um impulso mais, ou menos consciente, muitas vezes confundido com amor.

Mais, o Homem não é monogâmico.
Basta olhar para a história e para as estatísticas para o comprovar.

Anónimo disse...

"Pode o amor resistir a 6 meses de distancia????"

Resposta:

Sim, pode... Agora não experimentem mais 6 meses de distância é um tiro fatal ;)

Dama Nocturna disse...

"...Saudade é solidão acompanhada, é quando o
amor ainda não foi embora, mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou, é
recusar um presente que nos machuca, é não ver o
futuro que nos convida...
Saudade é sentir que existe o que não existe mais...
Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos
que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca
dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: "aquela
que nunca amou."
E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem
sentir saudades, passar pela vida e não viver. O
maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido..."

(Pablo Neruda)

dragonfly disse...

«Sempre Para Sempre» (Donna Maria)

Há amor amigo
Amor rebelde
Amor antigo
Amor de pele

Há amor tão longe
Amor distante
Amor de olhos
Amor de amante

Há amor de inverno
Amor de verão
Amor que rouba
Como um ladrão

Há amor passageiro
Amor não amado
Amor que aparece
Amor descartado

Há amor despido
Amor ausente
Amor de corpo
E sangue bem quente

Há amor adulto
Amor pensado
Amor sem insulto
Mas nunca tocado

Há amor secreto
De cheiro intenso
Amor tão próximo
Amor de incenso

Há amor que mata
Amor que mente
Amor que nada mas nada
Te faz contente me faz contente

Há amor tão fraco
Amor não assumido
Amor de quarto
Que faz sentido

Há amor eterno
Sem nunca talvez
Amor tão certo
Que acaba de vez

Anónimo disse...

Esta tudo?!Eu andava exausto de procurar meios de ganhar dinheiro online ate que axei um website para obter algum sem por dinheiro,gosteimuito!
ponho aqui a url para voces http://www.pokernews.pokersemdeposito.com/ !
PS:amei imenso o teu espaco online bos escrita!
Inte